Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dark-Fenix

Dark-Fenix

10
Jan12

Sala de Estar #2

Dark-Fenix

 

Tinha pensado em por o blog em dia nas férias de Natal, terminar o Top Mangakas, colocar em dia as análises aos mangas que saíram em Portugal, fazer análises a Akumetsu e Sexy Commando, mudar o layout do blog, terminar as análises acerca de Slam Dunk, Game of Thrones, Gantz, Hunter x Hunter e Eyeshild21, além de fazer uma apanhado geral sobre o último ano da Jump, comentar sobre as séries que assisto e mais algumas coisas, parece muita coisa, mas daria para fazer na boa, se não tivesse…


Aproveitando as duas semanas de férias para ver Battlestar Galactica e Arrested Development e o vício de ler mangas voltasse, estava meio parado lendo apenas os mangas semanais, mensais e o que saísse das scans. As aulas começaram na semana passada, gostaria de dizer que o blog vai ter poucos post por uns tempos, o que quereria dizer que o blog tinha tido vários posts nas férias de Natal, mas infelizmente continue apenas com o mesmo de sempre, Opinião Semanal, Toc’s, Vendas de Mangas e ocasionalmente alguma outra coisa.

 

A única coisa boa no meio disso tudo é que a partir da próxima semana já não vou ter mais aulas durante mês e meio, começando a fase de provas do primeiro semestre, e nessa altura poderei por em prática tudo o que tenho em mente para o blog. Mas antes disso este final de semana vai ser para estudar para o teste de Economia de Segunda, que tenho mesmo de passar, e no final do mês estudar para a prova final de Matemática, que queria despachar logo este ano, com isso sobraria apenas Contabilidade, com a qual não estou minimamente preocupado, se fizer este ano faço se não é para o próximo.

 

De qualquer maneira espero ter o mês de Fevereiro de férias.

 

Esta semana não fiz o post Opinião Semanal, porque só tinha 4 mangas para comentar, 5 se contar com St&rs que ainda não li, por isso fica tudo junto para provavelmente a próxima terça-feira, mas amanhã saí o post sobre a toc.

 

O Mystictapion será o novo tradutor de New Prince of Tennis e provavelmente será desta que ponho o projecto em dia com o Japão. Então leiam o manga, mesmo que não tenham lido Prince of Tennis, esta continuação é como se começasse tudo do zero, então sem medo de acompanhar, o único problema é levar com tantos personagens de uma só vez.

 

Já agora o anime de New Prince of Tennis começou, sinceramente não gostei, mas vou continuar a acompanhare já que tou a falar em animes estreantes, vejam Area no Kishi esse sim gostei da versão em anime, para não falar que é uma história que vale apena.

 

 

Apanhado Geral do que li nas férias:

 

Nas férias li vários mangas, alguns que já tinha deixado atrasar bastante como Kekkaishi e Eden (este ainda não actualizei com a Fuji Scans), além de ter dado uma terceira oportunidade a Nura Mago, acabei ontem de ler a fase de Kyoto, o manga melhorou muito, começa bem fraquinho e nada de novo e se torna no que bem podia ter sido um sucesso gigantesco na Jump, pena que os leitores não o acharam. Ainda falta-me ler os capítulos que levaram Mago a cair para o bottom e lá ver se têm razão e no fim Mago não passa de um novo Bleach, onde a qualidade cai a pique depois da Soul Sociaty.

 

Adiantei a leitura de Ichigo 100% e sinceramente não estou a gostar tanto assim, muita coisa forçada e sem noção, mesmo assim mais interessante que a maiores do género, a pensar se paro um pouco a leitura do manga, às vezes é o melhor a fazer quando o manga não está interessante. Acabei de ler ontem Nijigahara Holograph, mais uma excelente obra de Inio Asano, apesar de que confesso que me perdi um pouco no meio de tanta mudança temporal e descobrir quem é quem, ainda vou ler isso outra vez no futuro para ter uma melhor noção de quão boa a história é.

 

 

Terminei de ler Deadman Wonderland, manga rápido de ler e interessante, bem como gosto, provavelmente devo adicionar ao Opinião Semanal, mas antes ainda vou fazer um post sobre o que achei do manga, parece se encaminhar para o fim. Comecei a ler Cage of Eden e sem dúvida uma versão japonesa de Lost, só espero que não cometa os mesmos erros, até ao segundo volume está muito bom.

 

Por fim, Watashitachi no Shiawase na Jikan, um excelente manga, na verdade perfeito e com um final poético, apenas um volume, mas com uma história bem interessante, um dos melhores mangas que li e sem dúvida merece a nota que tem no Anime List, já ser o segundo lugar é discutível, mas Berserk também não é o melhor manga de sempre.

 

 

Apanhado Geral do que vi nas férias:

 

Posso ter lido vários mangas durante as férias, mas no máximo apenas Watashitachi no Shiawase na Jikan chegou perto da excelência de Battlestar Galactica e Arrested Development. Battlestar Galactica foi considerado pelo site seriemaniacos com a melhor série da última década, na altura não gostei e me perguntei como uma série si-fy poderia ser a melhor da década, mas depois de assistir não contesto a decisão, não posso afirmar que sem dúvida é a melhor da última década porque ainda não assisti Sopranos, The Wyre e Six Feet under, mas sem dúvida numa lista main-stream ou sem as grandes séries da HBO não se pode contestar a vitória de Battlestar Galactica.

 

Já Arrested Development é basicamente a história perfeita. É raro ver histórias perfeitas grandes, normalmente são filme de hora e meia, one shots ou mangas de um ou dois volumes ou séries de 1 uma temporada de 10 episódios, exemplo disso é Watashitachi no Shiawase na Jikan, uma história perfeita, mas também não teve tempo de falhar, por isso não lhe considero uma história melhor que Battlestar Galactica por exemplo, que apesar das suas pequenas falhas pode não ser perfeita, mas é melhor.

 

 

Arrested Development não se pode considerar exactamente grande, 3 temporadas, mas grande o suficiente para os roteiristas errarem em algum aspecto, mas a série tem 53 episódios excelentes de pura estupidez, onde o roteirista simplesmente cria a melhor comédia já feita, desculpem Monty Phyton, Friends e Seinfield, mas Arrested Delevopment não é apenas uma simples comédia, mas sim uma comédia inteligente e com uma grande história, apesar de ter o plot mais cliché das séries, uma família que não se dá bem.

 

Aviso já, Arrested Development não é exactamente a série de comédia do tipo The Big Bang Theory ou Two and Half Man, mas sim uma série de comédia inteligente, provavelmente por causa disso ter sido cancelado e se tornado um dos maiores marcos dos fãs de séries na internet. Battlestar Galactica também não é uma série sobre batalhas espaciais, mas sim uma série sobre pessoas que tentam sobreviver à guerra, é uma série que trabalha bastante no nível pessoal dos personagens e acreditem não há um único personagem que nunca tenha cometido um erro em Battlestar Galactica.

 

Para terminar as séries, pelos vistos ninguém seguiu a indicação e assistiu a Black Mirror, ou se assistiu não comentou sobre o que achou, então vou mais uma vez recomendar, desta vez dizendo qual o plot da série. Basicamente o primeiro episódio de Black Mirror, relembrando que são 3 episódios completamente distintos uns dos outros, é sobre o rapto da princessa de Inglaterra e a única coisa que o raptor pede é que o primeiro-ministro faça sexo com um porco em directo para todo o mundo.


Essa transmissão global teve uma audiência de 1,2 biliões de pessoas e a pergunta que fica é: “Ele realmente fez sexo com um porco?”

 

 

Futebol:

 

Por fim, Messi melhor do mundo. Apesar de ser português admito que sou time Messi, antes de comentar sobre os 3 finalistas, sim gosto sempre de incluir o Xavi, um pouco sobre o resto.

 

O Japão levou tudo o que dizia respeito ao futebol feminino e como li na altura que a selecção feminina japonesa ganhou, finalmente o Tsubasa cumpriu o seu sonho, só que pelo lado feminino. Apesar de preferir o Golo do Ronney, bem atribuído o prémio Puskas ao Neymar.

 

Em termos de melhor treinador, é indiscutível que individualmente o Mourinho é um treinador melhor que o Guardiola e que o Sir. Alex Fergusson é o treinador mais respeitado dos 3, mas Guardiola obviamente merecia o título e se continuar a treinar o Barcelona ainda vai ter muitos títulos pela frente, enquanto o Mourinho continuando a lutar de frente contre o Barcelona vai ser bem complicado ganhar, já que por mais que ele seja o melhor treinador do mundo, o Barcelona é de longe a melhor equipa do mundo.

 

 

Sobre Messi, Ronaldo e Xavi. Como disse sou time Messi, o Ronaldo pode ser um futebolista excelente, provavelmente um dos melhores de sempre, uma máquina, alguém que nasceu para o futebol, mas o Messi é o génio. Comparando com xadrez, Ronaldo é o melhor computador do mundo, Messi é o Kasparov, o melhor jogador do mundo de xadrez. Mesmo sendo tecnicamente impossível ganhar a um computador, o génio do xadrez conseguiu e isso é o Messi, o génio ganhou ao Ronaldo, comparando com aquele cliché dos mangas, o génio que nasce de 10 em 10 anos. Igual ao Mourinho, enquanto continuar o duelo Barcelona vs Real Madrid será complicado para a dupla portuguesa.

 

Fora que o Messi além de ser um génio, ele está na equipa perfeita para ele, o Barcelona, o que me leva ao terceiro jogador, claramente abaixo da capacidade desportiva dos outros dois, Xavi mesmo assim não fica nada atrás, porque se não fossem eles Xavi seria o vencedor certo dos prémios de melhor jogador, para mim ele está no nível do Zidane ou Figo, a diferença é que está na mesma época que o génio e a máquina. Muitos falam que o Barcelona não seria o mesmo sem o Messi, mas acredito que sem o Xavi o Barcelona perderia no mínimo o mesmo que se perdesse o Messi.

 

Por fim sou time Messi e time Barcelona, o meu jogador favorito da actualidade é o Xavi, mas de sempre fico com o Roberto Carlos.

06
Jan12

Black Mirror

Dark-Fenix

 

Desta vez não vou comentar nada sobre mangas, mas sim sobre uma série que terminei de assistir hoje. Black Mirror é uma mini-série britânica, com apenas 3 episódios, que não têm nenhuma ligação entre eles, o que associando a mangas seria um volume com 3 one shots.


Black Mirror não é nenhuma história carismática nem extremamente divertida, pelo contrário são 3 tramas do mais dramático possível, com assuntos inteligentes e bem desenvolvidos, com histórias claramente adultas e sem finais felizes, com o pior que as pessoas podem fazer. Aviso já se são do tipo de pessoas que acham que o protagonista tem de ser o maior santo do mundo, que gostam de histórias que acabam sempre com os mesmo clichés e que preferem uma história de acção a uma boa história inteligente, esqueçam não é para vocês, quem gosta de uma boa história e não tem medo de ficar chocado com alguns acontecimentos fora do comum, são 3 episódios excelentes.

 

 

Primeiro: Prefiro não me alongar nesse para não perder o impacto inicial, sinceramente fui ver a série porque me falaram sobre o plot do episódio, então não fiquei tão chocado, mas quando a série estreou pelo canal Inglês Channel 4 houve várias chamadas para emissora para pararem a transmissão da série, de tão bizarro que o plot é e olhem que o channel 4 é um canal habituado a histórias mais estranhas. E isso foi antes do episódio ter chegado aos 10 minutos, o pior ainda estava por vir.

 

Vejam, mas não olhem a nenhuma sinopse da série, tenho pena de não ter assistido ao primeiro episódio e ter feito cara de espanto ao descobrir sobre o que o episódio iria tratar, seria uma coisa completamente diferente. Descubram qual o motivo de Inglaterra ter parado para ver televisão e de mais de 1,3 biliões ao redor do mundo, num programa que provavelmente seria o evento mais visto em directo de sempre, em dúvida por causa do casamento da Diana, que li que foram 2 biliões, que seja no mínimo o segundo maior evento mais visto de sempre, apesar de que acredito que isso acontecesse na verdade passaria os 2 biliões.

 

Abaixo o trailer que o Channel 4 divulgou para promover o primeiro episódio, depois de já ter assistido ao episódio dá para ver como eles foram inteligentes, afinal deixam claro que a princesa foi raptada e que querem algo em troca, mas deixam o mais importante por revelar:

 

 

 

Segundo: Esta semana critiquei Bakuman por causa de o autor escrever o capítulo desta semana como se os leitores de Bakuman fossem uns completos otários sem cérebro, podem culpar o segundo episódio de Black Mirror por isso, por se em Bakuman o Ohba explicou tudo, em Black Mirror a série não explica nada, na verdade os 3 episódios são assim, mas no segundo isso fica muito mais claro.

 

A história se passa num ambiente futurista, mas isso é completamente irrelevante, apenas serve para causar impacto e fazer quem assiste passar por parvos para tentar descobrir como é que o mundo ficou daquela maneira. O principal ponto da história é a relação do protagonista com a vida que ele leva e de que todos os seres humanos levam, além de uma critica aos reality shows.


Dos 3 foi o que menos gostei e sem dúvida o que teve menos impacto, mas analisando bem foi muito bom, não teve um final tão dramático quanto o 1 e o 3, mas mostra bem como todos os seres humanos são egoístas. Vale a pena ver, mas sem dúvida é o episódio mais parado dos 3 e sem nenhuma grande bomba.

 

 

Terceiro: Também num ambiente futurista, mas não tanto como o primeiro, nessa altura os humanos tem um chip instalado no cérebro que guarda todas as suas memórias, fazendo-lhes recordar de tudo, funcionando como um disco rígido, podendo apagar as memórias ou compartilha-las com outras pessoas.


Não é a primeira vez que essa história é usada, lembro-me de em Dr. House já o terem usado como doença, o que me fez ficar a pensar o que seria lembrar-se de tudo, e apesar de não me lembrar de nenhum filme ou manga agora à de cor, de certeza que já foi usado inúmeras vezes.

 

Por isso estar a achar a história interessante no inicio, mas nada de especial, mas quando mostram o tal quadro, a história passa de algo banal, para algo genial, simplesmente mostra como essa temática pode ser levado a tal nível de minuciosidade, que pode estragar com a felicidade de qualquer pessoas, é aquela velha temática, as pessoas sentem curiosidade, mas quando descobrem a verdade preferiam nunca ter ficado a saber, porque pelo menos eram felizes.

Conclusão: Não é que eu seja contra todas as histórias com final feliz, mas muitas histórias, principalmente as curtas, ganham muito com um final triste ou pelo menos dramático, afinal só retrata a realidade. E dessas 3 histórias acima, pelo menos duas delas acontecendo na vida real não teriam finais felizes, já a primeira é meio difícil de acontecer mesmo, além de que o primeiro episódio teve um final feliz, pelo menos para a maioria.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub