Amour

 

O título é capaz de dar a entender algo totalmente errado, tanto porque pode-se assumir logo que é comédia romântica, quanto pela ironia que é chamar-se Amor e a história em si ser sobre Morte, ou melhor sobre o final da Vida. Ou seja é um filme sobre o final da vida de dois idosos e o amor que sentem um pelo outro. Também já avisando não é um filme de entretenimento e nem mesmo comercial, este sim é um filme para por o espectador a pensar e quem tem algum familiar nessa situação de certeza que se vai identificar com a história, uma obra-prima do melhor que o cinema independente tem para oferecer.

 

O filme passa-se totalmente na casa dos protagonistas, isto porque tendo em conta a premissa do filme nada além do que se passa naquelas 4 paredes realmente importa, por isso contam-se pelos dedos os restantes personagens que aparecem no filme, e nenhuma delas com grande foco na história, já que as suas aparições servem principalmente para mostrar vários pontos de vista da doença, principalmente por 3 pontos de vista diferentes, a filha, o ex-aluno e a mulher contratada para cuidar da protagonista.

 

Apesar dessas pequenas participações, o filme se foca totalmente no amor que eles os dois sentem um pelo outro, desde o antes da doença atacar, ao pós doença, e principalmente durante todo esse processo. Lembro-me principalmente de uma cena, onde a doença já está tão avançada que a protagonista mal consegue controlar as suas ações e quando ele lhe tenta dar água ela cospe tudo e ele acaba se irritando e pela primeira vez, se não estou em erro, perdendo a paciência. Essa cena mostra todo o desespero de uma pessoa nessa situação, não é que não ama mais, apenas que afinal não consegue lidar com a doença tão bem como esperaria.

 

As actuções no filme são extraordinárias, tanto ele como ela mereciam uma nomeação ao óscar, coisa que a actriz ganhou, com um papel nada fácil de desempenhar. Infelizmente ele não acabou ganhando a nomeação ao óscar, mas entende-se, já ela pode ser mesmo que acabe ganhando o óscar tendo em conta que as principais concorrentes sãos duas actrizes novatas, logo com ainda muito tempo pela frente para ganhar o óscar.

 

Concluindo, Amour é um filme poderoso, não é de entretenimento e nem mesmo comercial, como todos os outros filmes, excepto Beasts of Southern Wild, nomeados aos óscares são, é um filme independente de altíssima qualidade, de uma simplicidade e realismo que até dá medo só de pensar no futuro. E esperando pelo próximo trabalho do realizador, mas enquanto isso indo assistindo quando calhar aos seus outros filmes.

 

Nota: 9.5

 

Link: IMDB

Tags: , ,
publicado por Dark-Fenix às 14:12