Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dark-Fenix

Dark-Fenix

27
Ago12

Opinião Semanal #39 Parte 1

Dark-Fenix

Antes de mais na semana passada em resposta ao Shinuki no Reborn disse que iria comentar sobre Wallking Dead, mas desisti, sempre ouvi dizer que a hq é melhor que a série, mas não consigo ver como e o principal motivo para isso é que devem existir muitos filmes porn ou hq porn com menos insinuações de sexo que Wallking Dead.

 

Nem é uma questão de ficar ofendido por isso, afinal já li os livros de Game of Thrones e há pelo menos uma descrição completa de uma cena de pedofilia, mas sim que Wallking Dead parece ter sido feita por adolescente virgem que só pensa em sexo o dia inteiro, só alguns exemplos, um ménage à trois entre duas irmãs e um velho, o grupo encontra um preto e já todas as mulheres parecem querer levar no cu, entre outros exemplos ficaram apenas insinuados, sinceramente não ficava surpreso se o autor se o autor fizesse alguma cena de pedofilia ou até mesmo se um filho começar a pensar que gostaria de fazer sexo com a mãe ou já agora uma orgia entre todo o mundo.

 

Mas deixando Wallking Dead de lado, neste post a primeira metade do post e amanhã logo saí a segunda. Também aproveitando para dizer que não deve levar muito tempo para sair Shingeki no Kyojin e vou começar a editar os capítulos em atraso de New Prince of Tennis nesta semana.

 

 

17ºFairy Tail 295-296:

 

Antes de criticar, excelente página colorida, até pensava que Fairy Tail tinha mais personagens, mas de certa forma comprova o que disse no início deste arco, não há personagens e principalmente guildas suficientes para criar um torneio. Seja como for, gostei da página colorida, de lembrar alguns personagens que já não aparecem faz tempo com o Plue, que no caso não aparece de todo. Já agora, antigamente o meu personagem favorito era o Mystgun, mas desde que o Mashima o estragou completamente o meu personagem favorito é a Levi, que infelizmente não tem muito destaque por não ser tão dotada quanto as outras magas.

 

De resto, foi o que pensei na semana passada, foi um bom começo de luta, mas estava na cara que tudo o resto seria uma completa desilusão, desde os exagerados 1x2, passando pelos dramas de parte a parte e fechando com chave de ouro com o Natsu modo protagonista. Com todas essas situações exageradas e sem o menor sentido, até mesmo para Fairy Tail.

 

A Fairy Tail finalmente passa para primeiro lugar, sem ter feito nada que o merecesse e de lembrar que em dois rounds foi a vergonha do torneio, ou seja quer dizer que todas as outras guildas tiveram pelo menos dois rounds de vergonha.

 

Para finalizar saiu um especial na última semana e esse especial mostra bem o nível actual de Fairy Tail, a Erza que no início era uma excelente personagem, agora anda vestida de mulher fada, apenas porque sim, porque ela agora só serve para o fanservice.

 

 

16ºMágico Capítulo Final:

 

Eu tentei gostar do capítulo e gostaria de vir falar bem do último capítulo, afinal mesmo nos erros que cometeu no final, houve uma altura que estava a começar a gostar do manga. Até começou bem, uma boa página colorida, mas logo depois comete um erro gigante, para quê criar dois personagens novos completamente aleatórios? É o último capítulo, o que os leitores querem ver é nostalgia, ver todos os personagens já criados reunidos, não dar espaço para personagens novos.

 

Outra cena bem desnecessária foi o casamento ter um monte de rituais e não só um, toda a gente sabe que o manga foi cancelado, não vale a pena estar a adicionar rituais sem sentido apenas para parecer que o manga teve mais rituais do que na realidade teve.

 

 

A terceira coisa que achei bem exagerada foi a perda de memória, o Shion já tinha perdido a memória e pelos vistos não significou nada, agora toda a gente perde a memoria em que sentido? É o último capítulo, não vi a lógica de todos perderem a memória apenas para depois fazer aquele reencontro, a única maneira de isso funcionar num último capítulo ou episódio é se os personagens perderem realmente a memória de vez.

 

De resto, gostei bastante da primeira e da última página, algumas partes do meio até foram razoáveis, mas no geral foi um capítulo fraco e por culpa apenas do autor, porque pedia-se algo simples e ele complicou, criou personagens aleatórios e tirou a memória a toda a gente.

 

 

15ºSensei no Bulge 10:

 

Sem muito a dizer, apenas reformulando o que disse anteriormente, uma história base boa, mas nada funciona. Já disse tudo o que tinha a dizer anteriormente.

 

 

14ºTakamagahara 6:

 

Se gostam do manga tudo bem, mas para mim o protagonista continua igual ao Oga, mas sem o Beel, o que já lhe retira 95% do carisma, a personagem feminina é extremamente cliché. O resto dos personagens então nem se fala, tudo personagem padrão, em especial o líder da gang. Esse vilão parece saído de um manga do Junji Ito, o que nem seria um defeito, não fosse takamagahara ser publicado numa revista shounen e por fim as posses do protagonista, que chegam ao ponto de ele só ter ligaduras num braço, ser mandado contra a parede e nesse espaço de tempo ter ligado as mãos como um boxeador.

 

 

13ºKuroko no Basket 2-3:

 

O capítulo dois foi bom, praticamente tudo andou à volta do teste para os novatos entrarem na equipa de basquetebol, é pena mesmo eles terem sido apanhados antes do Kuroko falar, mas também foi bem pensado ele escrever a mensagem no pátio da escola.

 

Já o capítulo 3 é basicamente o motivo para Kuroko ter ficado tão para trás no ranking, não digo que seja uma má estratégia por parte do autor de Kuroko apressar o primeiro jogo, ainda para mais porque Kuroko tinha concorrência directa na altura, mas já no segundo capítulo marcar o jogo e no terceiro já apresentar um dos 5 da geração dos milagres é algo apresado. Resumindo é bom para a obra, já que deve ter ajudado a ganhar alguns votos cruciais no início do manga, mas a longo prazo e para a qualidade da obra foi meio apressado.

 

Sobre o Kise, pessoalmente não sou grande fã do personagem e neste capítulo mostrou o porquê disso, normalmente personagens do género génios e com uma legião de fãs ou dá Rukawa ou Sasuke, neste caso deu Sasuke. Mas por outro lado o Kise tem o lado de génio, já que ele cresce como jogador de jogo para jogo e a uma velocidade incrível, e isso é algo que pode vir a ser bem executado quando acontecer o jogo oficial das duas equipas, mas neste momento o personagem apenas me pareceu irritante.

 

 

12ºKoisome Momiji One Shot:

 

Tinha dito que não comentaria mais sobre Koisome Momiji, mas nesta semana li o one shot e decidi comentar até porque gostei do one shot. O one shot funciona muito melhor do que a versão serializada em si, claro que há um motivo para isso, já que o one shot é uma história fechada, enquanto o primeiro capítulo da versão serializada tem uma continuação. Mas também é nesses aspectos que se vê a qualidade de um autor.

 

Resumindo os motivos que gostei mais do one shot que da série:

 

1ºO encontro deles não é tal aleatório, no one shot fora os fanservices o encontro e a maneira como a relação deles começa é aceitável, enquanto na série parece forçado, já que se trata de um amor à primeira vista.

 

2ºPor causa da folha de oito pontas, algo muito bem trabalhado no one shot e que na série não teve até aos capítulos que li, ou seja a série baseia-se basicamente no programa de televisão servindo de desculpa para eles terem uma relação, falta algo especial e não apenas mais um triângulo amoroso.

 

Resumindo e concluindo, mais uma história que funciona como one shot, mas falha na versão serializada. Depois de ler o one shot de Koisome Momiji ainda fiquei mais interessado em ler o one shot de Sensei no Bulge, porque a ideia com que fiquei ao ver a raw é que o one shot é 1000 vezes melhor que a versão serializada e queria ter a certeza.

 

 

11ºOne Piece 678:

 

Mais uma vez One Piece apresenta um capítulo normal e que na minha opinião falhou muito num aspecto, o final do capítulo, a última página tinha que ser obrigatoriamente a página dupla e não uma página simples com o Luffy atacando no modo Taz (Lonney Tunes), está certo é um ataque novo, mas apesar de gostar muito do Taz, achei o ataque ridículo, além de que apresentar novo ataque tem que ser necessariamente em página dupla.

 

Como disse na semana passada a maneira como o Oda cria uma saga é sempre a mesma e o momento actual é onde os mugiwaras e aliados se separam para terem uma luta individual ou em pares contra os vilões, então faria total sentido acabar na página dupla, onde mostra claramente 3 grupos diferentes a se preparar para o ataque.

 

De qualquer maneira vai começar os combates e espero que pelo menos isso esteja ao nível das sagas anteriores. E finalmente a piada da troca de corpos acabou, alongou-se demasiado, mas pelo menos o Oda deixou para o fim os que tiveram mais piada, a Nami e o Sanji.

 

PS: Para não haver qualquer dúvida, não estou a dizer que o capítulo deveria ter 13 páginas, mas sim que podiam ter arrastado ou até mesmo fazer esse Luffy modo Taz antes da página dupla.

 

 

10ºBeelzebub 169:

 

O grande problema de quando se perde a confiança numa história, ou no caso num manga, é que não é fácil voltar a recupera-la, mesmo quando apresenta capítulos bons e é nesse termo que Beelzebub está actualmente, podia estar no top5, mas com os maus arcos que o autor tem feito, já fico com um pé atrás em tudo antes de sair elogiando.

 

Mas sobre o que aconteceu no capítulo, Furuishi em destaque é sempre sinonimo de bons capítulos, então quando ele se torna o badass da escola é garantia de algo excelente. Foi bom ver alguém derrotar o Oga, mas achei um pouco exagerado o facto de ter ganho com tanta facilidade contra todos os que lhe apareceram à frente e principalmente por isso ficar à espera do próximo capítulo antes de elogiar.

 

 

9ºReborn 398:

 

Bom capítulo de Reborn, como seria de esperar no confronto do Jager contra os personagens mais fortes do manga, boas lutas e um final interessante, pena que tendo em conta que se está a falar de Reborn é mais difícil de acreditar que alguém realmente morreu do que em Bleach, manga onde eu já começo duvidando.

 

E essa comparação com Bleach não fica por aí, já que a Amano decidiu fazer em Reborn o maior cliché do Kubo, cortar um braço, agora resta esperar pela Orihime, ou no caso de Reborn pelo Ryohei e o seu Kanguru. Até gostei de ver o Ryohei, não que seja grande fã do personagem, mas a Amano dá-lhe tão pouco destaque que até é bom ver o personagem aparecer, infelizmente o pouco destaque que lhe dá é como médico.

 

Por fim duas cenas que me incomodaram ao ler o capítulo, primeiro a Amano sempre teve uma arte detalhista, muitas das vezes detalhista demais, não dando para perceber o que ela desenhou, mas por outro lado, quando ela dá uma de Kubo e desenha com fundos brancos, como neste capítulo, tudo parece rascunho, não é necessariamente uma crítica, porque gostei das páginas, mas ficou estranho.

 

A outra coisa foi o facto de no final do capítulo terminar com um “Depressa Tsuna” e no final do primeiro acto do capítulo ter terminado com os amigos do Tsuna a dizerem que era melhor ele esperar e se recuperar antes de ir ajudar o grupo mais forte, ou seja enquanto um grupo depende do Tsuna, está ele lá sentado sem fazer nada, é meio que contraditório àquela cena cliché do protagonista tentando chegar a horas de salvar os amigos.

 

 

Ranking:

9ºReborn
10ºBeelzebub
11ºOne Piece
12ºKoisome Momiji One Shot
13ºKuroko no Basket
14ºTakamagahara
15ºSensei no Bulge
16ºMágico
17ºFairy Tail

13 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub