Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dark-Fenix

Dark-Fenix

10
Jul12

Opinião Semanal #31&32 Parte 2

Dark-Fenix

Voltando a avisar Nisekoi só para a semana.

 

7ºGin no Saji 41:

 

Sem muito o que dizer de Gin no Saji, capítulo bem normal, que continuou o plot do Hachiken e o cavalo. Foi um capítulo interessante, gostei de ver essa maneira de pensar, que o que conta é o cavalo e não o cavaleiro, com o cavaleiro sendo apenas um extra.

 

 

6ºBeelzebub 162-163:

 

O 162 foi um capítulo bem regular, sem muito o que dizer, não acredito que alguém tenha duvidado de uma vitória fácil do Oga. Esse é um dos principais motivos pelo qual Beelzebub precisava rapidamente ganhar um rumo, já nenhum humano está no nível do Oga e qualquer batalha dele se torna aborrecida, já que tem um resultado extremamente previsível.

 

O melhor do capítulo 162 foi ver o Furuishi ficando rico apostando apenas umas moedas, algo que perdeu a graça e a coerência no capítulo seguinte, já que depois da última vitória do Oga a diferença entre as cotações de cada um não deveriam ser tão grandes. Além disso achei exagerado, e não no bom sentido de Toriko, toda a importância da escola, apesar de que o Primeiro-Ministro aparecer do nada teve piada.

 

Por fim, finalmente o autor deixa algum mistério no ar, gostei da ideia da pintura e de só uma pessoa poder vê-la por vez. O Oga e o Beel são praticamente um único personagem desde o inicio do manga e por isso fez sentido o Oga nem perceber que não tinha entrado sozinho, agora esperar para ver no que isso irá dar.

 

 

5ºReborn 391-392:

 

Passado o excelente momento dramático entre o Tsuna e o Reborn, o manga voltou ao seu ritmo e qualidade normal. E isso vê-se claramente no inicio do capítulo 391 quando o Reborn decide terminar a conversa fingindo estar dormindo, ou o vilão dizer que está suando, mas não tirar a mascara por dar estilo, há outros exemplos, mas no geral nada mais do que Reborn apresentou desde o primeiro capítulo até agora.

 

De resto os dois capítulos serviram para ver os 3 lados que existem neste momento, o lado Tsuna, que tenta arranjar uma maneira para os arcobalenos não morrerem e faz um encontro secreto, super discreto na casa dele. O lado do Checker Face, que parece estar bem despreocupado e o Bermuda, que já se preparou para a sua última batalha.

 

Por fim, o plano do Tsuna focou muito em vencer a Vindice e em fazer deles os vilões, do que propriamente no assunto principal, fazer com que os actuais arcobalenos não morram, de qualquer maneira sendo apenas uma história tudo irá dar bem no final, seja com o plano mais bem elaborado ou o mais forçado de todos.

 

 

4ºHaikyuu 6-12:

 

Há duas maneiras de construir um personagem, a primeira é individualmente, dando destaque a determinado personagem, com algum defeito dele ou um passado conturbado ou então a segunda, colocar um personagem na história, dar algum destaque, mas sem se focar propriamente nele e quando se sabe o personagem já ganhou uma personalidade própria e é indispensável à obra.

 

Em Haikyuu tanto é usada uma como a outra, o Hinata e o Kageyama estão na primeira categoria, principalmente o Kageyama que tem sido o destaque do manga até ao momento, já o Hinata tem algum do seu passado e da sua personalidade revelada, mas no geral tem o mesmo papel do Sora (Ahiru no Sora), servir de elo de ligação entre os personagens da equipa e de alivio cómico.

 

 

Já todos os outros personagens enquadram-se mais na segunda categoria, cada um tem destaque ao nível do seu papel no manga, sem dar destaque aos seus passados e às suas personalidades, mas que mesmo assim aos poucos vão ganhando espaço na obra. E em poucos capítulos já há alguns personagens que conseguiram arranjar o seu espaço na obra e até já dá para saber razoavelmente a sua personalidade, sem que o autor tenha dado destaque a isso.

 

Isto para dizer que Haikyuu acertou em cheio em como construir os personagens, obviamente não é nenhuma obra-prima do género e nem mesmo está ao nível de Ahiru no Sora ou Giant Killing, mas tendo em conta os últimos mangas de desporto publicados na Jump, incluindo mesmo os actuais, Haikyuu consegue ser o que melhor que desenvolveu os personagens e ainda está no inicio.

 

 

Em Kurogane mencionei que era cedo o protagonista receber o mérito pelo seu trabalho duro, em Haikyuu poderia dizer que o autor despachou rapidamente a rivalidade entre o Kageyama e o Hinata, principalmente comparado novamente com Slam Dunk. Em Slam Dunk a relação entre o Sakuragi e o Rukawa foi trabalhada por 31 volumes para culminar numa única página, em Haikyuu foram no máximo 12 capítulos para eles confiarem quase que totalmente um no outro.

 

Igual o que disse em Kurogane é cobardia comparar Slam Dunk com um manga novato, mas diferente de Kurogane nem achei essa rápida resolução do problema um ponto fraco. Porque uma coisa é dar destaque rápido a um protagonista, isso é algo que o autor de Kurogane deveria saber que não devia ser feito, já trabalhar uma relação constante entre rivais durante 31 volumes é coisa de génio, não é esperado que o autor de Haikyuu o faça.

 

Concluindo Haikyuu é um manga bem interessante e que a cada capítulo que passa fica melhor, no momento está a trabalhar, e bem, na construção dos personagens e estou bem curioso para ver como será o futuro do manga, agora que parece que a relação entre o Kageyama e o Hinata está resolvida, também à espera de ver um jogo completo de voleibol, porque o autor já provou que sabe desenhar bem os momentos chaves dos jogos.

 

 

3ºOne Piece 672-673:

 

Eu fiquei desiludido com o capítulo 672, ver que o homem da sombra era alguém desconhecido meio que faz com que não faça sentido ele ter sido uma sombra no capítulo anterior, afinal ser uma sombra ou um novo personagem é igual, o leitor não sabe na mesma quem é. E o facto de ser sombra e depois surgir um novo personagem raramente saí algo além de desilução.

 

Mas tudo isso passa ao lado quando descubro que a teoria que elaborei faz uns 3 anos se concretizou, Do Flamingo será o primeiro adversário do Luffy no Novo Mundo. A minha teoria não ficou 100% certa, apesar de que sendo sincero ainda penso nela como melhor do que o Oda fez.

 

Em Sabody o Do Flamingo já tinha mostrado interesse pelas sereias e tritões, então quando o Luffy chegasse à ilha dos tritões esperava que, se houvesse algum contratempo, fosse algo a ver com o Do Flamingo a contrabandear sereias, assim seria apenas uma passagem rápida pela ilha, mas que daria tempo para ver esse lindo paraíso que os leitores sonhavam há mais de 10 anos, o Luffy prometia ajudar as sereias e os tritões e esse seria o seu primeiro objectivo no Novo Mundo. Antes de chegar à ilha do Do Flamingo ter tempo ainda para passar por uma ilha tipo Little Garden para mostrar a diferença entre a primeira metade da Grand Line e o Novo Mundo e depois ir para a ilha do Do Flamingo, derrota-lo e desmontar o tráfico de sereias. Essa era basicamente a minha teoria, pena que não ficou 100% correcta, tanto para mim quanto para One Piece no geral, mas já fico feliz por ter acertado no Do Flamingo.

 

 

De resto, não sei se por causa do Do Flamingo, mas tudo o que não tem a ver com o grupo do Vergo, Luffy, Law e Smoker está bem desinteressante, muito por causa disso One Piece não ter ficado melhor rankeado, até porque o Do Flamingo merecia-o. Mas olhando para os dois capítulos, realmente de novo e interessante só mesmo a informação do Do Flamingo, esperando que a partir de agora a saga volte a ficar novamente interessante.

 

Para concluir, apesar do Do Flamingo ter sido o ponto alto dos dois capítulos, aquela cena com Luffy, Law, Smoker, Tashigi, Franky e Robin foi também excelente, relembrando excelentes momentos, como quando eles estavam presos em Alabasta. Além disso o Oda conseguiu fazer uma maneira de juntar o Law, o Smoker e a Tashigi no mesmo lugar, para no final poder desfazer essa mudança de personalidade.

 

 

2ºAssassination Classroom 1:

 

Melhor primeiro capítulo publicado na Jump em bastante tempo, e a premissa da história nem é tão completa assim, na verdade é bem simples, um monstro que está entediado por não ter oponentes decide destruir a lua, prometendo que um ano mais tarde iria fazer o mesmo à Terra se ninguém o conseguisse matar, mas como sabia que isso seria impossível, decide ele mesmo treinar uma turma de estudantes com o objectivo principal de o matar em 1 ano.

 

Premissa simples, mas ao mesmo tempo genial, resta saber é como o autor irá fazer para manter o manga interessante e não soar repetitivo, mas se tratando de um mangaka que é extremamente elogiado pelo seu trabalho em Neuro, acredito que o consiga fazer, o que deixa outra questão, será que a Jump é o melhor lugar para Assasination Classroom ser serializado, porque Neuro sobreviveu na Jump, mas sempre no bottom ou perto dele. Ainda é cedo para dizer o futuro do manga, mas pelo que li no manga helpers parece que foi bem recebido no Japão.

 

Voltando ao manga em si, igual a Neuro o manga tem dois protagonistas, o monstro e o humano. O Monstro, Duro de Matar, é algo bem estranho, mas no bom sentido, não tem nada a ver com um humano, é super forte e rápido e tem uma personalidade bem descontraída, além disso ele não quer morrer, mas está disposto a ensinar os seus adversários para poder haver uma batalha justa, resumindo é um personagem bem carismático e que tem tudo para melhorar ainda mais.

 

 

Já o humano é o típico personagem de manga que eu não gosto nada e que os japoneses parecem adorar, um homem que parece totalmente com uma mulher, isso é muitas vezes ignorável e até há bons personagens nesses moldes, mas como protagonista é algo estranho. Pessoalmente nem me importei muito com o personagem ao ler o primeiro capítulo, mas isso também pode ser por o meu interesse ser o Duro de Matar, então esperar alguns capítulos para poder tirar uma conclusão.

 

Para o manga não se tornar tão repetitivo provavelmente o autor deve focar em outros alunos, até porque é estritamente necessário que o faça, seja a curto quanto a longo prazo, afinal tudo deverá ser finalizado com um ataque em conjunto da turma, nem que seja pelo facto que se fosse apenas um a tratar de tudo no final, mais valia o Duro de Matar ter escolhido apenas um humano para treinar do que uma turma.

 

Para concluir, Assassination Classroom teve um primeiro capítulo excelente e pode ter um futuro igualmente excelente, ainda há a questão do público-alvo e do manga ter uma premissa meio repetitiva, mas acredito que o autor saiba contornar isso. É esperar para ver como tudo correrá, mas pelo menos a nível de estreia foi o melhor dos últimos anos.

 

PS: Não sei ao certo, mas já devo ter lido/assistido a umas 15 histórias onde a lua é destruída.

 

 

1ºToriko 193-194:

 

Normalmente exagerar numa história é mau, em Toriko é sinónimo de qualidade.

 

No capítulo 193 um encontro épico entre os membros do Biótipo 0. Às vezes pode não querer dizer nada, mas pelos membros do grupo dá para perceber o porquê de Toriko ser actualmente um dos melhores mangas da Jump, na verdade tendo em conta que Hunter x Hunter está em hiato, One Piece não está na sua melhor forma e Nura Mago terminou, Toriko é realmente o melhor da Jump.

 

Mas focando novamente nos personagens, não há aqui criancinhas super dotadas entre os mais fortes, a maioria é velho de barba rija, que treinaram durante anos para poder ocupar o cargo que tem hoje. Isso é algo que dá mais coerência ao manga, em vez de personagens com menos de 20 anos se tornando os mais fortes e os salvadores do mundo. Isto também não quer dizer que os mangas que estão na outra categoria não podem estar ao mesmo nível de Toriko, mas sim que Toriko ganha pontos por ser dessa maneira.

 

 

Já o 194 logo começa com o Shimabukuro exagerando como sempre, o Mundo Humano não equivale a sequer 1/10 do Mundo Gourmet, mas mesmo assim o Mundo Humano sozinho tem mais de 30 biliões de pessoas, ou seja esse planeta claramente é maior que a Terra, provavelmente do tamanho de Júpiter ou lá perto. Além da peregrinação de 30 biliões de pessoas, ainda foi construída uma praça de 600 km quadrados.

 

Mas apesar dos números exorbitantes, o destaque é para as quatro bestas que vão invadiro Mundo Humano, Tartaruga Montanha, Invaitdeath, Gaoh e Polvo King Kong. Uma besta para cada um dos reis, associe logo o Zebra ao Gaoh e o Coco ao Invaitdeath, já a tartaruga e o polvo fiquei em dúvida, será que o Shimabukuro seguirá a mesma lógica que eu ou simplesmente vai aleatoriamente dar uma besta a um rei?

 

No próximo capítulo o Toriko irá jantar no top da Torre Gourmet. E gostei daquela máquina para medir o nível de captura dos monstros do Mundo Gourmet, apesar do Shimabukuro exagerar de vez em quando nos níveis de captura é sempre interessante associar os monstros a um nível de captura.

 

Ranking:

1ºToriko
2ºAssassination Classroom
3ºOne Piece
4ºHaikyuu
5ºReborn
6ºBeelzebub
7ºGin no Saji
8ºKoisome Momiji
9ºAo no Exorcist
10ºKurogane
11ºBleach
12ºMágico
13ºFairy Tail
14ºNaruto

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Dark-Fenix 11.07.2012

    É, não tem nada a ver com Full Metal Alchemist, é sobre a vida numa escola agrícola. Mesmo sendo um tema simples a autora consegue desenvolver uma história engraçada e os finais de arco são sempre excelentes, com histórias bem criativas.

    Não discordo de nada do que comentas-te sobre Beelzebub, os últimos arcos não adiantaram nada a história e o que segura a obra ainda são os capítulos de comédia. Mesmo assim, ainda mantém uma qualidade regular melhor que Naruto e Bleach, por isso ficar na frente dos dois, além do capítulo 163, que me animou um bocadinho.

    Toriko actualmente na Jump é o melhor manga e o motivo para isso é a sua regularidade na qualidade, por isso já esperava algo excelente desse arco, mas superou as minhas expectativas. Sobre os arcos anteriores, o último tinha tudo para ser o melhor do manga, mas acabou desiludindo no final, não que o tenha tornado um mau arco, apenas ficou aquém do que prometeu.

    One Piece está bem mediano mesmo. E Haikyuu de certa forma também, como disse não é nenhuma obra prima do género, mas está longe de ser um mau maga, no geral tem mantido uma regularidade rara para um novato da Jump.

    Desde que acompanho a Jump, Assassination Classroom foi o manga que mais me animou e provavelmente é o melhor primeiro capítulo desde Bakuman. Até cheguei a pensar em colocar em primeiro, mas aí estaria a ser injusto com Toriko, mas acredito que ainda venha a ficar alguma vez em primeiro.

    Obrigado. Sobre as opiniões negativas, acredito que muitos fãs de Naruto que lessem o que escrevi ontem sobre Naruto seriam capazes de me matar.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Mais sobre mim

    foto do autor

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Arquivo

    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2012
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2011
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2010
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    Em destaque no SAPO Blogs
    pub