Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dark-Fenix

Dark-Fenix

09
Jul12

Opinião Semanal #31&32 Parte 1

Dark-Fenix

Nas duas últimas semanas consegui por em dia Haikyuu e Mágico, dois mangas que tiveram vários capítulos lançados nas últimas semanas, mesmo assim ainda falta colocar em dia Nisekoi, do qual já fiz o download, mas 11 capítulos ainda deve demorar, a não ser que me empolgue com os plot twists que tanto falam.

 

Quando faço posts abrangendo duas semanas normalmente há sempre mais capítulos bons que maus, já que o capítulo bom tapa o mau ou simplesmente por ter mais mangas para comentar, seja como for ao elaborar o ranking deste post não fiquei assim tão feliz, a maioria ou está mal, normal ou em queda.

 

Por fim, nada a ver com o post, mas hoje finalmente tomei coragem e assisti ao filme mais bem cotado no IMDB, The Shawshank Redemption, não sei se o considero o melhor filme que já assisti na vida, mas sem dúvida merece a nota que tem no IMDB. Dito isto, adicionei mais um 10 à minha lista, para muitos pode parecer coisa pouca, mas eu só dou 10 à elite da elite, dos quase 500 filmes/séries/desenhos animados que tenho rankeados no site apenas dei treze notas 10, quais são, isso logo fica para outro post. Agora resta tomar coragem e ir assistir a trilogia do Padrinho, que até hoje não sei porque nunca assisti.

 

 

14ºNaruto 591-592:

 

Posso estar a ser injusto, muito injusto com Naruto colocando o manga em último, tendo em conta o 592 não o merecia, mas por outro lado temos o 591 e a balança pende muito mais para esse lado, porquê? O Kishimoto já fez muita coisa estúpida e incoerente, mas acho que deixar o Madara vivo foi o topo do que ele já fez, ele tinha arranjado uma maneira coerente de eliminar o ninja mais forte da “actualidade” e em vez de seguir o que deveria e matá-lo, não, inventa uma desculpa sem sentido e o mantém vivo para depois a Tsunade ou o Sasuke por alma do destino lhe ganharem.

 

Se estiver errado me corrijam, mas quem inventou o selo para criar zumbis não foi o segundo Hokage, está certo que ele é o irmão do primeiro e viveu no mesmo tempo do Madara, mas mesmo assim acho difícil que o segundo hokage seja tão overpower ao ponto de antes de se tornar hokage já ter inventado um dos maiores selos. Ou seja como raios o Madara descobriu o segredo se já estava morto, ou mesmo que tudo isso tenha explicação é forçar muito a barra ele saber como criar esse segredo, só faltava agora ele invocar todos do clã Uchiha que o Kabuto se esqueceu.

 

 

O capítulo 592 foi bom, mas não o suficiente para apagar uma das decisões mais burras da história. Começa parecendo que o Sasuke vai, finalmente, abrir os olhos e mudar de lado, se vai ou não ainda não é certo, mas pelo menos já pensou sobre o assunto, além do Sasuke, o Kishimoto mostrou um pouco do que está a acontecer nos outros campos de batalha e voltou ao Sasuke com a revelação que o Orochimaru não está totalmente morto.

 

Se fosse qualquer outro personagem eu criticaria, mas sendo que estamos a falar do Orochimaru já é outra conversa, o bicho é esquisito mesmo e nem vejo tanta incoerência em que ele ainda esteja vivo por algumas células que acabaram por escapar de alguma das suas pesquisas malucas. Na hora cheguei a pensar que o Tobi poderia ser o Orochimaru, o que dentro das poucas opções que sobraram nem seria a pior e deixava o melhor vilão do manga como final boss, mas acho que há incoerências demais para o Kishimoto seguir por esse caminho, mesmo que eu próprio não veja uma escolha lógica para quem é o Tobi.

 

Por fim só espero que esses plots secundários, Sasuke e Madara, não atrasem mais ainda a batalha entre o Tobi e o Naruto, porque já foi adiada tempo demais.

 

 

13ºFairy Tail 289-290:

 

Wendy vs Chelia, mais um final de combate bem ao estilo de Fairy Tail, do qual nem vale a pena comentar, outra coisa que prefiro nem comentar é a cara da Wendy quando vai cumprimentar a Chelia, a imagem acho que diz tudo.

 

O Gerard foi o foco desses dois capítulos e isso traz à tona uma dos assuntos mais polémicos em Fairy Tail, o excessivo destaque do Gerard, eu gostava do personagem, tinha tudo para ser um excelente personagem a longo prazo e ainda para mais no manga anterior do Mashima, Rave Master, havia um personagem idêntico a ele, o que sempre deixa algum misticismo á volta do personagem, com há com o Plue. Só um aparte não li o maga de Raven Tail só assisti a alguns episódios, na altura que Fairy Tail estava na moda.

 

 

Mas como tudo, o que é demais enjoa, primeiro todas as mudanças de personalidade do personagem, depois fica-se a saber que uma versão dele é o Mistgun, que era o meu personagem favorito, com isso o personagem perdeu muito misticismo quando no final é apenas uma nova versão do Gerard, fora o facto de que com isso o Mistgun original saiu de cena, apesar de agora o Gerard se ter mascarado de Mistgun, mas nunca será o mesmo personagem extremamente carismático.

 

Resumindo, o que é demais enjoa e mesmo não detestando totalmente o Gerard, irrita todo o drama à sua volta. E nesses capítulos em especial, ele já praticamente destruiu o mundo, mas o mago salva-o como se ele fosse inocente de todos os crimes cometeu.

 

Para concluir, continua a contagem decrescente para o dia prometido, mas até lá ainda se terá de aturar mais dois rounds do torneio.

 

 

12ºMágico 59-65 (Fim):

 

Há 3 hipóteses quando se sabe que a própria história vai ser cancelada:

 

1ºContinuar igual como se não houvesse cancelamento, este é o caminho que a maioria segue, principalmente quando o cancelamento é inevitável e não há tempo para dar um final decente ao manga.

 

2ºAumentar a qualidade, respeitar os fãs com excelentes últimos capítulos e provar que o cancelamento é injusto. O exemplo perfeito disso é a série Arrested Development, que era excelente, ficou em risco de cancelamento, aumentou a qualidade da série e rondou a perfeição e quando percebeu que iria ser cancelado apresentou uma temporada perfeita, para homenagear os fãs e ficar para sempre lembrada como a série perfeita que foi cancelada.

 

3ºChutar para todos os lados e tentar que algum acerte, é sem dúvida o pior que caminho, que na maioria das vezes não serve para nada e em algum caso que sirva vai ser para sempre uma história de baixa qualidade ou pelo menos levará bastante tempo para ser esquecido.

 

 

E foi essa terceira hipótese que o autor de Mágico escolheu, há uns capítulos atrás tinha-me perguntado como seria possível passar de uma luta num parque de diversões para uma lua com cara, a resposta é simples, termina o arco em questão o mais rápido possível para passar directo para um último arco tão exagerado e sentido como a maior parte do manga.

 

Está certo que é o final do manga e precisava de fechar todas as pontas soltas, mas sendo sincero preferia um final aberto com cara de que, o manga foi cancelado injustamente, tinha muito para dar e ainda faltava muito para chegar ao final, então por isso vai terminar com um final aberto para pensarem no que perderam cancelando o manga, do que apressar tudo e não sair nada de jeito. Mas não, já que é o final do manga porque não criar uma lua com cara e um final boss overpower que inevitavelmente vai ser derrotado da pior maneira possível pelo protagonista.

 

 

Para concluir é pena que Mágico chegou a esse ponto, o manga tinha potencial, mas infelizmente o autor escolheu decisões erradas atrás de decisões erradas e chegou a um nível quase tão mau quanto Fairy Tail.

 

PS: Não estava à espera de comentar sobre o último capítulo de Mágico publicado na Jump neste post, mas acabei de lê-lo e vou já despachar isso, foi um último capítulo com tudo o que esperava de Mágico, um final da treta e o vilão a mudar de lado sem qualquer motivo para isso. De resto, novamente a capa do capítulo me fez lembrar do que Mágico poderia ter sido e nunca foi, um manga de aventura e o final até seria um bom final para o manga, apesar de infantil demais, mesmo para os padrões Jump.

 

 

11ºBleach 498-499:

 

Falta um capítulo para chegar à enorme marca de 500 capítulos e o manga não pode estar mais decepcionante. O manga apesar de lento estava a começar a ficar interessante na Soul Sociaty, mas o Kubo é mesmo assim, não pode deixar os leitores ficarem contentes por muito tempo, o manga virou-se novamente para o Hueco Mundo e a qualidade abaixou bruscamente novamente.

 

Não consigo compreender o porquê de tanta enrolação em o Ichigo derrotar o quincy ou melhor em dar destaque às cenas no Hueco Mundo, quanto todo o mundo quer ver o que está acontecendo na Soul Sociaty. Mas que seja o Tite Kubo sempre foi assim só se tem é de esperar que volte ao assunto que interessa.

 

Naruto no capítulo 500 apresentou a história do Minato e do que aconteceu no dia que a Kyubi foi selada no Naruto, já One Piece apresentou o Rayleigh, esperava que o Kubo fizesse algo do género, mas duvido bastante que acabe por ser outra coisa que não o Ichigo chegando á Soul Sociaty, só espero que o cliffhanger do capítulo 500 não seja a derrota do quincy, é muito destaque para um personagem que dificilmente vai influenciar a história do manga.

 

 

10ºKurogane 33:

 

Neste capítulo ficou-se a saber que o Kurogane ganhou e que a sua escola vai à final, no geral foi bom ver o Kurogane a ter o seu trabalho duro reconhecido, por outro lado vale lembrar que o objectivo do torneio era os personagens perceberem as suas falhas e no meu entendimento uma pessoa aprende mais com uma derrota que com vitória atrás de vitória, porque para um personagem que pior que o Tsuna já ganhou mais vezes que perdeu.

 

Ele superou, em parte, as suas fraquezas, mas por causa da vitória soa sempre que venceu forçado e apenas por ser o protagonista, além de que evoluiu muito rápido para quem há 30 capítulos atrás não tinha nenhum atributo para o desporto e agora 30 capítulos depois como capitão já ganha uma meia-final do torneio de novatos, o que praticamente quer dizer que a escola deles é no mínimo a nº2 entre os novatos, ou seja passa duma escola totalmente desconhecida para um dos candidatos ao título, isto por causa que o Kurogane é o mínimo o capitão do segundo trio de novatos mais forte.

 

 

Obviamente que comparar Slam Dunk com Kurogane é cobardia, mas pensem nisso, quantas vezes reconheceram o Sakuragi pelo seu trabalho duro? Sinceramente não faço ideia, mas se tiver havido 5 momentos em 31 volumes ficaria surpreso, isto para quê? Para que o último momento do manga tivesse o impacto que teve. E vale dizer que ao contrário do Kurogane, o Sakuragi era um génio, ele se esforçava como ninguém, mas só fazia porcaria. Por achar que foi cedo demais para esse reconhecimento não consigo dizer que foi um bom capítulo ou no geral um bom arco.

 

PS: Ir uma vez de cara aos peitos de uma mulher pode ser sem querer, já duas sem dúvida foi de propósito, fanservice desnecessário e que apesar de não ter estragado por completo o momento dele com a fantasma, perdeu muito impacto.

 

 

9ºAo no Exorcist 37:

 

Finalmente o Kraken foi derrotado, o que deveria ser um arco de um capítulo, passou a ser de 3, sem qualquer motivo extra para tal. No geral o capítulo foi igual ao do mês passado, trabalhou bem a relação entre os irmãos e parece ter concluído, por agora, a situação entre os irmãos.

 

Além disso, espero que um bom próximo arco. E acho que até fui generoso como o lugar que Ao no Exorcist ocupou no ranking, porque tendo em conta que 7 páginas foram rascunhos o nono lugar até não é mau. Só para não usarem esse argumento contra mim mais tarde uma coisa é um veterano como o Togashi apresentar um capítulo pior que essas 7 páginas de Ao no Exorcist, outra coisa é uma mangaka novata o fazer.

 

 

8ºKoisome Momiji 1-2 (Estreia):

 

Koisome Momiji está longe de ter tido um dos melhores primeiros capítulos da Jump, mesmo entro todos os mangas cancelados nos últimos anos, mas sendo que se está a falar de um manga echi, até que foi bem aceitável, do tipo que não é uma obra-prima, mas que se entrar nas graças do público pode durar anos.

 

Tem tudo o que precisa para um manga echi funcionar, um protagonista sem personalidade, uma protagonista feminina bonita e completamente acima do nível do protagonista, os amigos sem graça, uma história que apesar de forçada ainda tem uma parte que a deixa o coerente possível para tudo isto funcionar e por fim uma arte interessante.

 

 

Explicando o que disse acerca da história, o plot é extremamente forçado, a todos os níveis, mas pelo menos ela não está a sair com ele apenas porque sim, como na maioria dos mangas echi, tudo tem a ver com o seu papel no programa de televisão. Ou seja pelo menos tem um motivo para no final ficarem juntos e não apenas porque o desgraçado é o protagonista.

 

Apesar de achar um ponto positivo a história, a verdade é que também me soa a repetitivo essa história de ele a ir ajudar por causa do trabalho dela e a maneira como os dois vêem esse “namoro”. Seja como for o terceiro capítulo deve de confirmar se isso é verdade ou não.

 

Por fim o grande ponto forte do manga é que parece saber as suas e qualidades e defeitos, pode parecer um ponto forte estúpido, mas isso é o básico para criar uma história no mínimo boa. Resumindo é uma história normal de echi e dificilmente irá mostrar mais que isso, se entrar no gosto dos leitores da Jump pode durar vários volumes, se não é apenas esperar pela sua vez para ser cancelado. Pessoalmente aposto na segunda hipótese.

 

Ranking:

8ºKoisome Momiji
9ºAo no Exorcist
10ºKurogane
11ºBleach
12ºMágico
13ºFairy Tail
14ºNaruto

22 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub