Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dark-Fenix

Dark-Fenix

06
Jul12

Aniversário de 2 anos

Dark-Fenix

 

Antes demais escolha bem complicada para que imagem usar para abrir o post, andei à procura de imagens de feliz aniversário de vários géneros de animes/mangas/séries, a imagem para abertura quase foi do manga Azumanga Daioh, mas no final acabei encontrando essa, um dos assuntos do post será sobre protagonistas e o que melhor do que começar o post com o melhor protagonista de todos os mangas que li.

 

Há 2 anos atrás, sem nada para fazer criei o blog, numa altura em tinha acabado a escola e tinha percebido que não entraria na Universidade logo em Setembro, tinha um ano de espera sem saber o que fazer da vida, resumi muito tempo livre. De lá para cá já trabalhei, já entrei na Universidade e o blog sofreu várias mudanças, mas sempre mantive o blog e espero que se consiga continuar durar mais alguns anos.

 

Apesar do blog ter sofrido várias mudanças, uma coisa que sempre se manteve foi aquele ridículo layout, e hoje finalmente decidi mudar, mesmo que não tenha sido uma grande mudança, apenas usei um dos que já estava feito por definição do sapo blogs, já é uma mudança e acho que até ficou bem, pode ser que daqui a 2 anos mude novamente para algo melhor ou mais cedo quem sabe.

 

Nestes 2 anos já fiz praticamente 800 posts, o que surpreendentemente dá mais que 1 por dia, apesar da maioria ter sido no inicio do blog e serem posts rápidos tirados de outros sites, apenas com a minha opinião. Já vão 1446 comentários e mais de 92 mil visitas, que sempre ajudam a manter o meu interesse em continuar com o blog, e que agradeço bastante, a quem comenta ou mesmo a quem acompanha o blog e não comenta.

 

É pena não ter nenhum combo de capítulos para lançar, ultimamente não tenho estado muito motivado para editar e nesse aspecto até que foi bom a Dragon Scanlator ter pegado o projecto Haikyuu, porque dificilmente já teria chegado ao capítulo 5, de qualquer maneira até ao final do mês deve sair 3 capítulos de Shingeki no Kyojin e vou tentar trazer Ahiru no Sora, mas como sempre não prometo nada, já agora New Prince of Tennis estado atrasado porque ainda não saíram as traduções para inglês, então não dá para traduzir para português.

 

Já que estou a falar dos projectos, não vou fazer uma lista com todos os capítulos que já traduzi e editei, mas olhando no geral juntando as traduções e edições, já deve ter passado de 150 capítulos, a maioria de New Prince of Tennis, mas também alguns de Ahiru no Sora, Shingeki no Kyojin, Gin no Saji, Slam Dunk, Haikyuu, Oumagadoki Zoo e até mesmo traduzi um capítulo de Metallica Metalluca, além de alguns que não chegaram a ser lançados.

 

Quando comecei o blog disse que iria falar sobre vários assuntos, no final acabei caindo mais para animes e mangas e actualmente praticamente tudo é sobre manga, então este post vou focar um pouco em todos os principais assuntos que tinha prometido tocar e que ficaram esquecidos, começando pelo wrestling, o que menos abordei no blog.

 

Wrestling:

 

Terminando a Wrestlemania meio que a magia do wrestling se extingue, mesmo que na maioria das vezes a qualidade das histórias de Verão sejam superiores à Road to Wrestlemania, mas Wrestlemania é igual SuperBowl, Jogos Olímpicos, Campeonato Mundial ou qualquer outro grande evento desportivo. De qualquer maneira a WWE está a chegar a um marco histórico, a Raw está a chegar aos 1000 episódios, um número histórico que nenhum programa americano conseguiu e que acho que a nível global só Sazae-san tem mais episódios.

 

No dia 23 de Julho de 2012 a Raw comemora o episódio 1000 e espera-se muitas lendas do passado nesse episódio, num programa de 3 horas marcante, espero ver também Undertaker a dar as caras no episódio, já que afinal ele é o único wrestler em actividade que participou do episódio nº1, uma lenda viva que mesmo com 47 anos ainda faz o melhor combate do ano, actualmente em 20-0 na Wrestlemania, num nº que ainda deve de aumentar. Pensar em alguém que já deu mais de 1000 semanas da sua vida à WWE é algo extraordinário.

 

PS: 1000 episódios é algo extraordinário e isso ainda consegue fazer dos mais de 1700 capítulos de Kochikame algo maior ainda, são géneros diferentes, mas não deixa de passar o facto de que 1000 para Kochikame não é nada, o autor já pensa com 2000.

 

Futebol:

 

Outro assunto que nunca falei muito no blog foi futebol, até era um dos tópicos que mais fiz posts no inicio do blog, mas me apercebi que não valia muito a pena continuar, afinal quem quer saber de noticias de futebol sabe bem onde procurar. De qualquer maneira no último Domingo acabou o Campeonato Europeu de Futebol e a única coisa que falei no blog foi sobre Portugal ter passado da fase de grupos.

 

Comentando um pouco, com a má fase de Portugal antes do começo do Europeu duvidei bastante que passasse o grupo, principalmente tendo Alemanha e Holanda no grupo, duas das 3 principais candidatas ao título, a par da Espanha. Mas a verdade é que Portugal jogou muito bem e a Holanda também ajudou fazendo o seu provável pior europeu de sempre, Portugal acabou chegando às meias-finais se mostrando como uma das melhores selecções do Europeu, contrariando tudo e todos estava aí uma forte candidata ao título.

 

Mas acabamos por perder para a Espanha, num jogo bem equilibrado e que se tivesse de haver um vencedor justo teria de ser Portugal, mas os penaltys sempre foram tudo menos justos e acabaram roubando novamente o sonho de Portugal e dando a final a Espanha. Portugal não merecia ter perdido, a Espanha não merecia ter ganho, mas o contrário também poderia ser dito, seja como for, uma coisa Portugal pode-se orgulhar de ter enfrentado de igual para igual a selecção que ganhou um mundial e dois europeus seguidos, além disso acho que toda a gente que viu o europeu concorda que esse jogo deveria ter sido a final.

 

Principalmente tendo em conta que a Alemanha não chegou à final, sendo surpreendentemente eliminada pela Itália, a final ficou bem fraca, num jogo entre Espanha e Itália que só viu uma baliza como alvo, numa goleada da Espanha, numa Itália que quis fazer o que Portugal fez no jogo anterior, mas nem chegou perto de o conseguir. Resumindo o Europeu, Portugal foi a maior surpresa e pode muito bem ser um forte candidato a levantar o troféu de Campeão do Mundo no Brasil, a Alemanha mesmo sendo uma selecção extraordinária volta a falhar no momento decisivo e uma Espanha que joga um futebol praticamente perfeito e não me surpreenderia se voltasse a reerguer o troféu daqui a 2 anos.

 

Livros:

 

Sobre livros, sem muito a dizer, apenas o assunto de sempre Game of Thrones e vou ver se nestas férias compro o último livro da quadrologia do Eragon, já fiz o download do livro, mas livros dão mais jeito ler na mão. Voltando a Game of Thrones, depois de ler a Dança dos Dragões estou na mesma situação de milhares de outros leitores, a espera interminável pelo novo livro, só esperando que este não demore tanto quando os 2 anteriores. Essa espera entre livros levou alguns fãs a fazerem essa incrível música que representa na perfeição a tortura que é esperar pela nova dose de Game of Thrones.

 

 

“The Winter is Comming”, uma frase que os leitores de Game of Thrones ouvem há uns 17 anos e que espero que não seja preciso chegar aos 20 para poder finalmente ver chegar o Inverno a Westeros. Mas seja como for, leve o tempo que levar, quando o Martin decidir lançar o sexto livro vai ser épico.

 

Antes de passar aos filmes, para quem ainda não conhece Game of Thrones vou deixar aqui a frase que, na minha opinião, melhor resume a história: “No jogo dos tronos ou ganhas ou morres, se tiveres sorte”.

 

Filmes:

 

Nos últimos meses não vi praticamente nenhum filme, antigamente devorava 2 ou 3 filmes por dia nas férias, actualmente meio que me afastei desse vício, preferindo séries ou mangas, ou seja actualmente prefiro uma história mais longa do que apenas uma de 2 horas. Recentemente só vi American Pie Reunion, o filme esteve longe de ser o melhor da série, mas mesmo assim bateu a nostalgia revendo os personagens originais de American Pie, recomendo para quem cresceu assistindo American Pie.

 

Vi também 21Jump Street e o segundo filme de Sherlock Holmes, nenhum dos dois filmes é nada de genial, mas são excelentes para passar o tempo, um de comédia e o outro é o Sherlock Holmes. Ainda à espera que saía Vingadores com boa qualidade e à espera de Dezembro e do Hobbit, que se estiver ao nível da trilogia do Senhor dos Anéis vai ser o filme do ano.

 

Provavelmente estou-me a esquecer de algum filme interessante que quero ver, mas o grande problema dos filmes é que saem um monte de trailers que deixam os fãs interessados em assistir o filme, mas por levar tanto tempo a sair o filme meio que se esquece que se queria assistir, além disso muitas das vezes não saem logo na internet e quando saem já não tem a mesma piada ver, por isso muitas vezes acabo não vendo aquele filme que tinha ficado super empolgado para ver 6 meses antes.

 

Séries:

 

E antes de passar aos animes e mangas falta só as séries, o tema do qual tenho mais que falar, começo logo por Game of Thrones e a sua segunda temporada, que apesar do óptimo final, teve um começo bem fraquinho, houve vários factores que levaram a segunda temporada de Game of Thrones ser mais fraca que a primeira, desde de cenas de sexo desnecessárias a muitos personagens apresentados em pouco tempo. Mesmo com uma temporada mais fraca do que se esperaria isso não tira qualquer qualidade da série.

 

O segundo livro de Game of Thrones é claramente do Tyrion, mas a segunda temporada esteve mais para temporada do Theon ou da Arya. Seja como for, toda a baixa qualidade da temporada fica de lado com o nascimento da sombra, a cena mais bizarra já feita para a televisão, e pelos incríveis episódios 9 e 10. O nascimento do filho de Melissandre era uma das coisas que mais queria ver na televisão, porque ao ler o livro não consegui imaginar nada relacionada a essa cena e na televisão não podia ser melhor, ao mesmo tempo bizarro e brilhante, sem dúvida uma das melhores cenas já elaboradas para a televisão.

 

O episódio 9 é simplesmente perfeito, ou não fosse ele escrito pelo autor dos livros, ou seja ele sabia na perfeição o que tinha de ser focado e o que não precisava de tanto foco, a batalha foi provavelmente a melhor coisa que já passou na televisão e dá uma completa lição de como com baixo orçamento fazer algo gigantesco, enquanto outros shows com milhões e mais milhões apresentam uma qualidade duvidosa, Game of Thrones apresenta uma batalha excelente que dá inveja a muito filme de alto orçamento.

 

 

Apesar de nesse episódio o Tyrion ser o maior destaque, já que está no pelotão, a Cersei não lhe ficou muito atrás, seja nas conversas com a Sansa ou no final no trono com o filho, Lena Hadley mostrou porque é uma óptima actriz e que mesmo não sendo a Cersei dos livros, não deixa de ser uma excelente Cersei. E já que estou a falar dos Lannisters ao ver a segunda temporada tive uma certeza, apesar de eles serem tecnicamente os vilões também são a família com mais destaque na história e isso ainda ficará mais claro na próxima temporada, quando o Jaime ganhar bastante destaque.

 

O episódio 10 fecha as histórias para a terceira temporada, e com uma conclusão épica, os zumbis invadiram de vez Westeros, fiquei bem surpreso com a maneira como eles foram inseridos na série, já que no livro é de forma diferente, mesmo assim excelente e dificilmente poderia ficar melhor a transformação dos White Walkers. Agora resta esperar pela terceira temporada, que deverá ser desenvolvida de uma melhor forma já que vão dividir o terceiro livro em duas temporadas, daqui a 1 ano, quem não leu os livros terá uma das maiores surpresas, o Casamento Vermelho.

 

Ainda sobre Thrones, li por aí que a actriz, Charlize Theron, estaria interessada em ter um papel em Game of Thrones, pena que a maioria dos papéis importantes já foram entregues, porque seria excelente vê-la em Game of Thrones, beleza e talento numa mulher só, algo raro de encontrar. Será que ela ainda participará da série, bem que o Martin podia criar uma personagem épica no sexto livro que encaixa-se na actriz.

 

Além de Game of Thrones gostaria de comentar sobre outras séries, mas isso faria de certeza que este post fosse metade sobre séries, então logo saí noutro post. De qualquer maneira segue uma lista de séries que recomendo, Friday Nights Light, Firefly, Battlestar Galactica, Breaking Bad, Arrested Development, Luck, Girls, Veep, The Newsroom, Homeland e vou ficar por aí que já são muitas séries de qualidade.

 

Animes:

 

Não tenho visto muitos animes, na última temporada tinha pego para ver Medaka, Kuroko e Uchuu Kyodai, e da temporada anterior tinha continuado com Area no Kishi, mas por causa do site que faço o download ter tido problemas meio que estou atrasado nesses 4 animes, nesta temporada provavelmente só irei acompanhar Binbougami ga, apenas por curiosidade do manga sair na Square e devo deixar Medaka Box de lado.

 

Além desses animes de temporada, os únicos longos que ainda acompanhava era Hunter x Hunter e One Piece, Hunter x Hunter tenho de fazer maratona para voltar a estar em dia, já One Piece decidi voltar só a ver quando terminar a saga da ilha dos tritões.

 

 

Para finalizar Jojo Bizarre Adventures é um dos melhores mangas já publicados, mas mesmo com toda a sua enorme popularidade nunca teve um anime, acho que o autor nunca aprovou um anime, mas na comemoração dos 25 anos do manga, finalmente foi anunciado o anime de Jojo, agora resta esperar para saber como e o quê será animado, já que Jojo tem mais de 100 volumes.

 

Mangas:

 

Não há muito o que acrescentar ao que comento todas as semanas, apenas duas coisas, primeiro uma pesquisa bem interessante, um apanhado geral sobre manga no Japão, tirando as perguntas e as respostas de sempre, tem factos curiosos e bem diferentes do público deste lado do mundo, pesquisa dividida em duas partes, aqui e aqui.

 

O que mais me interessou foi ver que os japoneses preferem ler mangas em papel que pela internet e que pelo que deu para perceber também a maioria prefere ler os volumes já encadernados do que comprar revista a revista para ler capítulo a capítulo.

 

O outro assunto que me interessou foi os géneros favoritos dos japoneses, ao contrário do público ocidental, os japoneses adoram mangas de desporto, não só adoram como é o género favorito dos homens, outro género que a maioria despreza deste lado do mundo, os gag mangas, são adorados pelos japoneses ficando em terceiro nos homens e nas mulheres. O resto é na sua maioria curiosidades e coisas que já se sabem, como One Piece sendo o manga mais popular.

 

A segunda coisa que queria comentar é sobre uma pesquisa de popularidade que vi recentemente na comunidade orkut, Shonen Jump – Table of Contest, juntando 64 protagonistas da Jump, o Luffy acabou sendo o vencedor, esperava um final menos óbvio, mas enfim. Usando como inspiração essa lista decidi fazer a minha própria lista, obviamente deixei de lado alguns dos 64, tirando os mangas que nunca li e os que pouco apareceram para poder rankealos direito sobraram 48 protagonistas.

 

Mas vou só revelar o meu top48 amanhã, num post separado, pelo mesmo motivo das séries, para isto não ficar maior do que deve.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub