Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dark-Fenix

Dark-Fenix

05
Fev12

Recomendação #7: Deadman Wonderland

Dark-Fenix

 

Nome: Deadman Wonderland
Autor/Artista: KATAOKA Jinsei/KONDOU Kazuma
Género: Shounen

Revista: Shonen Ace (mensal)

Volumes: 12/-

Publicação: Em andamento

 

Sinopse: Dez anos se passaram desde o Grande Terremoto de Tokyo, um enorme desastre natural que afundou mais de 70 por cento de Tóquio no oceano. Ganta Igarashi, 14 anos, é um estudante do ensino médio, cuja vida muda quando um dia um homem misterioso aparece coberto de sangue e mata todos os seus colegas de classe, deixando-o vivo após encaixar um cristal vermelho em seu peito. Ganta é condenado pelo massacre e condenado à prisão perpétua em Deadman Wonderland.

 

 

Análise:

Já o tinha na minha lista de mangas para ler há um bom tempo e até já tinha assistido ao anime, então nas férias de Natal, com tempo livre decidi ler o manga e que agradável surpresa, é o tipo de manga que gosto de ler, leitura rápida e interessante. Com o anime já tinha ficado interessado, mas com o meu interesse em anime caindo bastante nem cheguei a terminar de assistir e fiquei sem saber bem o final dessa primeira fase do manga, mas mesmo assim já tinha ficado interessado no manga, apenas ainda não tinha surgido a oportunidade de ler.

 

O manga começa bem interessante, as primeiras páginas são excelentes, com os autores indo directo ao ponto, com isso Ganta vai parar à prisão mais estranha e comercial do mundo, Deadman Wonderland. A prisão é como um parque de diversões, onde os prisioneiros servem para divertir o publico em troca de alguns itens imprescindíveis para viver nessa prisão.

 

Mas essa parte serve apenas para esconder o verdadeiro motivo da existência da prisão, uma zona escondida até dos próprios funcionários, e sem contar mais até porque já dei bastantes spoilers. O manga sendo mensal é normal a história avançar mais rápido, mas acho que fizeram a transição de Deadman Wonderland "Parque de Diversões" para Deadman Wonderland "Carnaval de Corpos" bastante rápido, mas nada que influencie a qualidade do manga.

 

 

Como disse logo de inicio o manga tem uma leitura rápida, mas com isso não quero dizer igual a Bleach ou Gantz que andam a passo de caracol, mas sim que os autores preferem usar imagens em vez de palavras para explicar a história, naquele velho ditado, uma imagem vale mais do que mil palavras, então num manga isso pode ser levado à letra. Resumindo, uma leitura rápida, mas também um desenvolvimento rápido.

 

Em termos de personagens, o Ganta é o típico protagonista shounen, criança, bobo e inocente, mas que ao longo da história vai ser desenvolvido, mas na minha opinião, apesar de não me importar muito com isso, ele não nunca chega a perder a cara de bobo. O segundo personagem mais importante da obra é a personagem feminina, Shiro, amiga de infância de Ganta, personagem bem estranha, mas bem interessante, sem dúvida o maior mistério de Deadman Wonderland.

 

O tecnicamente vilão, Ovo Maldito, é uma excelente invenção dos autores, ainda mais quando se fica a saber quem está por detrás da mascara. Em termos de personagens secundários, tem vários bons personagens, como aquele maluco que controla Deadman Wonderland, a directora da prisão, que serve para o fanservice do manga, o grupo que o Ganta se junta na primeira fase do manga, entre outros, o manga não tem falta de bons personagens.

 

 

Sendo um shounen mensal, tem o protagonista bobo, característico do género shounen, mas ao contrário da Jump, por exemplo, não tem tantas restrições com a violência e faixa etária, sendo um manga mais para adolescentes do que propriamente o publico da Jump. Com isso Deadman Wonderland tem o lado bom de não ter os piores clichés dos shounens, o que torna a obra mais agradável de ler.

 

Em termos de arte, é excelente, o manga se foca bastante na arte, com os autores dando grande destaque ao impacto que as imagens possam passar para o leitor, e com grandes quadros, para dar ainda mais impacto às cenas. Só um pequeno à parte seria estranho o manga ter dois mangakas, um para a arte e outro para o roteiro, e o que estava encarregado da arte desenhar mal.

 

Resumindo, tem uma história simples, mas boa e uma arte excelente, com personagens carismáticos e que apesar de ser shounen não está restrito aos seus piores clichés. Está perto de terminar, pelo menos não vejo qual seria o próximo objectivo. É um manga de leitura rápida, mas que não enrola e é um manga que principalmente é interessante para passar o tempo, dificilmente será uma história que marcará e que será lembrada daqui a uns anos por quem leu. Não é um manga genial, mas recomendo.

 

E já entra no próximo post “Opinião Semanal”.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub