Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dark-Fenix

Dark-Fenix

09
Nov11

Opinião Semanal #48

Dark-Fenix

Antes de mais desculpem pelo atraso, novamente, mas é que só tive tempo de ler os mangas já no fim de Domingo, segunda como sempre é para esquecer e ontem foi para escrever isso tudo e hoje para revisar e editar no blog.

 

Excelente semana, não houve maus mangas, apenas algumas desilusões, por outro lado houve grandes surpresas, principalmente por parte de dois mangas. Adianto já que Hunter x Hunter finalmente saiu do primeiro lugar, resumindo finalmente acalmou, Beelzebub parece finalmente seguir um rumo, apesar de ainda não ter a certeza se isso é bom ou mau, os regressos de Rookies e Ao no Exorcist, sem Toriko, o que diga-se é uma pena em vez de dois poderiam ter sido 3 a disputar o primeiro lugar e como tinha comentado na semana passada Naruto vai virar uma espécie de Kochikame no ranking, independentemente de onde o colocar ele não conta, esta semana começo logo por ele, por causa da entrevista.

 

Naruto:

 

Esta semana não vou comentar o capítulo em si, mas sim uma entrevista que foi feita ao Kishimoto recentemente, mas antes disso dizer que no último capítulo, mais uma vez o Kishimoto dá mais um golpe para acabar com o Universo de Naruto, acabar com a técnica do Minato também já é demais. E sinceramente os 5 kages juntos dá uma excelente página dupla, mas a emoção não é muita, porque é que eles não se dividem e tomam conta de cada um dos inimigos, ou será que o Madara agora se tornou o único inimigo de todo o mundo ninja.

 

 

1ºEntrevistador: ...., então o que podemos esperar de Naruto este ano?
Kishimoto: Não posso falar da história de Naruto, mas prometo mais diversão durante a guerra.

 

Sendo irónico, diversão numa guerra só mesmo em Naruto. Agora a sério, a guerra está no fim, agora é a altura da fase séria e não a diversão, a diversão seria ver os personagens antigos, Neiji e companhia a lutar, ou os tão esperados Espadachins da Névoa, qualquer coisa que tenha sido mencionada ao longo da obra, mas agora já não é tempo de diversão, agora é a altura dos grandes entrarem em cena e de os pequenos saírem.

 

 

2ºEntrevistador: É verdade que você fez muitas mudanças no script inicial da guerra?
Kishimoto: A guerra não saiu como esperava, a Shonen Jump me recomendou para Naruto interagir mais na guerra, meu objectivo inicial era o de apresentar todas as vilas shinobis.

 

Este é o ponto principal da entrevista, obviamente pelo que Kishimoto disse a Shounen Jump intromete-se demasiado nos mangas da revista, e como comprovado em Naruto, na maioria das vezes mal, a sério me pergunto onde Naruto poderia ter chegado se a Jump tivesse deixado o Kishimoto seguisse a história como queria, talvez poderia ter dado errado, mas o mais certo é que a diferença entre One Piece e Naruto não fosse tão grande, algo do género Dragon Ball – Yu Yu Hakusho.

 

Pessoalmente percebo o porquê de a Jump fazer isso com vários mangakas novatos, mas com mangakas que estão lá há mais de 10 é bem estúpido, eu sinceramente não vejo algo assim com Oda ou Tite Kubo, Oda sabe bem como fazer uma história e Tite Kubo como estraga-la, não precisam de editores para eles fazerem o que sabem fazer melhor. Onde quero chegar é que Kishimoto sempre me pareceu dos 3 o que tem menos personalidade ou noutras palavras menos gene Ashirogi Muto (Bakuman).

 

Tipo One Piece e Bleach sempre foram bastante próprios, com as suas devidas diferenças, já Naruto segue o típico plano de como criar um hit e depois como estraga-lo, resumindo Kishimoto segue vivamente a Jump e vê-se nesta pergunta, mas ainda mais explicitamente 5. Acho que a Jump quis fazer de Naruto um novo Dragon Ball, em sua parte conseguiu, só lhe faltou o quase infinito carisma de Dragon Ball, porque de resto foi igual, Naruto clássico tão bom como Dragon Ball clássico, já a fase shippuden e a fase Z aos poucos e poucos vão acabando com os mangas e neste momento Naruto chegou ao estado critico Bubu, ou seja mais que tempo de terminar.

 

Como falei no comentário que o Higor passou o link da entrevista, não me admirava que o facto de Doble Arts tem enrolado ao ponto de ser cancelado fosse de algum editor da Jump, ou então que a ideia de uma pessoa que consegue chutar uma bola até à lua e derrotar 1000 futebolistas sozinho em Light Wing fosse alguma ideia exagerada de algum editor.

 

Mas isso é em qualquer empresa de topo, exemplos disso é no Wrestling com a WWE, onde um wrestler menos dotado fisicamente é o nome da companhia, John Cena, ou nas Televisões Norte-Americans e os seus canais públicos que censuram várias séries que poderiam ser muito melhores, mas por isso é que existem as revistas Seinen, a ROH ou a HBO.

 


3ºEntrevistador: O que pode nos falar sobre o 4º databook?
Kishimoto: Alguns fragmentos serão mostrados nas propagandas especiais da Shonen Jump, mas logo o 4º databook se tornará público.

 

Nada a dizer, nunca me interessei pelos databooks, principalmente porque nunca os vou ler em português mesmo.

 

 

4ºEntrevistador: Entre os novos personagens, quais são seus favoritos e quais os que tem mais projecção?
Kishimoto: Os irmãos Kin-Gin ainda tem muito a contribuir para a história, será explicado mais sobre o que aconteceu no tempo do Rikudo, e também sobre o passado de Konoha. Mu é um dos meus personagens favoritos, quando vocês verem do que ele é capaz, tenho certeza de que ele se tornará o personagem favorito de vocês também.


Mu para mim é apenas mais um Zumbi, nada mais, em mangas como Naruto é fácil um personagem se tornar carismático no primeiro quadro que aparece, mas não consigo ver carisma num zumbi, que por o ser já está condenado antes de aparecer na história, ainda para mais um zumbi nunca antes mencionado na história. O mesmo se aplica aos gémeos, e sinceramente espero que esse plano de eles voltarem a aparecer na história não saia da sua cabeça.

 

Não vou dizer que não estou interessado na história de Konoha, há muitas lacunas na batalha Madara vs Primeiro Hokage e também acerca do segundo, mas a verdade é que o manga, já se perdeu tanto, que prefiro nem ouvir mais cenas sem sentido. Já a parte do Rikudo é bem vinda, apesar de sinceramente prefiro continuar a pensar que ele é tipo um Deus no Universo de Naruto, então aplica-se o mesmo que a Konoha.

 


5ºEntrevistador: Fala-se sobre uma nova temporada de Naruto após a Shippuuden, o que pode nos revelar sobre isso? Será depois da guerra? Quem será o vilão?
Kishimoto: É certo que Naruto/Naruto Shippuuden está chegando ao final, mas não posso garantir que isso ocorrerá com o final da guerra. Tudo depende da gerência da Shonen Jump. Eu não posso falar muito sobre esses novos personagens dessa possível temporada. Só que alguns inimigos principais apareceram na temporada Shippuuden assim como a Akatsuki apareceu em Naruto e posteriormente se tornarão importantes na temporada Shippuuden.

 

Nãooooooooooooooooooooooooooo. Por amor de deus, mais uma saga não, o manga já se perdeu, o próprio Kishimoto já pôs as culpas na Jump e ainda diz que uma nova saga depende da Jump, é a mesma coisa que estar à beira do precipício e deixar nas mãos de outra pessoa a decisão se te empurra ou te salva. Obviamente que a salvação em Naruto é terminar depois da guerra, no máximo num arco para o pós guerra e despedidas.

 

Com o que o Kishimoto disse acima me parece que ele se vai tornar num daqueles mangakas de um manga só e eu a pensar que ele ainda podia ter juízo e depois de Naruto criar um manga de basebol ou outra coisa qualquer fora de Naruto. É que se Naruto parte para uma nova fase caí no risco de ser conhecido como o novo Sant Seya, apenas mais popular e menos mau.

 


6ºEntrevistador: Então é certo que entre esses novos personagens estão Rikudo, Yiunko e Ryudara?
Kishimoto: Pode ser que esses personagens apareçam na temporada Shipuuden, mas é algo que gostaria de falar. Surpresas estão por vir, porque o fim está próximo.

 

Como disse acima cada vez mais me parece que Naruto se vai tornar num novo Sant Seya, porque o manga já se perdeu e ainda quer partir para uma nova fase é mesmo para se atirar do precipício. E ainda estou sem saber quem são o Yiunko e o Ryudara.

 

Para concluir e passar ao que realmente importa, espero que isso seja fake, como já tenho lido em alguns comentários pela internet, porque se não Naruto está em muito más mãos, tanto da parte do kishimoto quanto da Jump, mas uma coisa é certa, mesmo essa entrevista sendo fake ou não, Naruto está na altura certa para terminar e ainda não se estragar de vez, algo bem parecido com Dragon Ball, agora é preciso é que termine depois desta saga.

 

 

14ºOne Piece:

 

Antes de comentar o capítulo, pelo que parece em Skypia criaram uma ilha em homenagem aos mugiwaras e a velha já está-se a aproveitar da situação.

 

O Hody está como o velho Tsushikage nunca mais morre, acaba de levar com os ataques mais poderosos do Luffy e continua a se levantar, vamos lá ver se desta é de vez. Continua o drama à volta de Noah e a destruição da ilha e por fim termina com a transformação do Chooper, que agora já consegue controlar.

 

 

Acredito que era algo esperado, mas o grande problema foi que este é o clímax da saga, além de que o capítulo antes da paragem de uma semana, então era esperado algo mais sério, e não o foco em coadjuvantes, mas isso também pode bem querer dizer que Poderes Mugiwaras > Hody vs Luffy, o que não faz qualquer sentido, já que o protagonista tem de ter maior destaque.

 

De qualquer forma o capítulo valeu pela aparição do Barba Branca no flashback, apesar de que nenhum pirata algum dia chegará perto do que Barba Branca foi e fez.

 

 

13ºBakuman:

 

Ninguém merece, que cena mais estúpida, continuam com PCP semanal e ao mesmo tempo com Reversi Mensal. Seria a mesma coisa que a Urakawa trabalhar com Gin no Saji semanal e Full Metal Alchemist mensal ao mesmo tempo. Ainda para mais como é que eles pensam em vencer o Eiji lutando com um manga mensal contra um semanal, sim isso acontece, Shingeki no Kyojin, Ao no Exorcist, Sant Young Men, Full Metal Alchemist, Nodaime Contabile, Kimi ni Todoke, Real, Vagabond, etc, há vários mas eles estão enfrentando o Akira Toryama da nova geração, o carisma em pessoa.

 

Agora aí claro, entra novamente o que tenho vindo a reclamar já faz tempo, facilidades, quando é para complicar as coisas para o lado do Ashirogi Muto, os autores complicam, criam histórias interessantes e que dão raiva de nunca se poder vir a lê-las, mas quando é preciso que Ashirogi Muto ganhem eles facilitam demais:

 

1ºAquele musico que quis se tornar mangaka, ele tinha talento (como mangaka), e era tipo o Justin Bieber Japonês, mas na altura da competição à séria ele vêm com um manga 100% gay, para uma revista shounen, nem o facto da sua enorme popularidade lhe ajudou.

 

2ºContra o Nanamine primeira ronda, eles com PCP, que diria mais fraco que Sket Dance mas bom o suficiente, contra um manga escolar padrão, igual a milhões de outros, que na Jump tem apenas um caminho o cancelamento precoce.

 

3ºSegunda ronda Nanamine, eles com PCP contra um one shot que nada tem a ver com a Jump, isto quando a empresa dele já tinha criado Luta de levantar as saias, que dificilmente não faria sucesso em qualquer revista shounen.

 

 

4ºAgora o confronto contra o Eiji, um mangaka com a popularidade mediana alta contra o novo Akira Toryama, obviamente que o Eiji teria de apresentar algo muito mau ou pelo menos decepcionante para perder a disputa e não é que foi que aconteceu, está certo ele bateu o recorde e daí? Como disse ele é o equivalente ao Akira Toryama da sua geração. Ao mesmo tempo o Ashirogi Muto vem com uma excelente história, que o único defeito que tem é a sua incrível parecença com Death Note, agora me pergunto Reversi ou Zombie Gun? Acho que a escolha é óbvia em qualquer deles é melhor.

 

Facilidades e mais facilidades e a história segue um caminho decepcionante, é incrível como o Ohba consegue criar dois mangas excelentes, Death Note e Bakuman e ao mesmo tempo os consegue estragar.

 

PS: Ainda não li o capítulo, mas já passei os olhos pela scan em inglês, então já sei que a situação mudou, mas de qualquer maneira tudo o que disse acima ainda se aplica, facilidades de roteiro, além de que já tinha escrito o texto antes de ver o capítulo em inglês.

 

 

12ºGin no Saji:

 

Para variar Gin no Saji separa os bons dos maus, mas ao contrário da semana passada e também ao contrário do que a sua posição possa sugerir foi um bom capítulo. Ainda não voltou aos bons capítulos finais do arco da Primavera, mas está no bom caminho.

 

O melhor momento do capítulo sem dúvida é o Hachiken a dar uma lição de moral à vaca. À espera do arco de Outono, já agora a Urakawa deveria se despachar porque o Outono está quase a terminar e essas histórias escolares fazem sentido se seguirem o calendário.

 

 

11ºSt&rs:

 

Capítulos bons, bastante foco na nova personagem, personagem monótona história monótona, mas mesmo assim dois bons capítulos, o que me surpreendeu.

 

Só tenho uma crítica a fazer, ela ter ficado no grupo do protagonista, sinceramente nem achei isso tão forçado, não é nada que outro manga da Jump não tenha já feito pelo menos uma vez, agora porque não aproveitar para dispersar de vez o grupo todo, o inteligente do grupo foi-se embora, mas a rapariga manteve-se, porque não tira-la também e trazer um novo personagem para a história? O manga está na altura para isso, apresentar novos personagens e bem estranho se tratar de uma escola e de alunos os leitores ao fim de 16 capítulos só terem sido apresentados a 8 alunos. Kurogane em 6 capítulos já tem praticamente o mesmo número de personagens apresentados.

 

De resto nova missão, nada de especial até ao momento, mas gostei de os autores se terem preocupado com o grau de gravidade.

 

 

10ºKurogane:

 

Realmente como o Diego comentou na semana passada o Kurogane não despertou o Sharigan. O capítulo foi mais real e se não fossem os outros capítulos até teria gostado bastante, afinal olhando só para este capítulo, o Kurogane parece que tem bons reflexos, apenas o seu corpo não o ajuda e isso não é assim tão irreal, agora ter olhos de lince e não conseguir segurar uma shinai isso já é exagero.

 

Por fim o Kurogane ganhou o lugar e agora lá ver o que irá fazer na competição, mas antes disso o treino. Bom capítulo e esperar pelos próximos para ver se será mais realista ou mais sharigan. Kurogane segue num caminho estável e está bem classificado nos primeiros capítulos, mesmo assim tem de melhorar.

 

 

9ºBeelzebub:

 

O que define este capítulo é: “A história mudou, mas será que foi para bem ou para mal?”

 

Ainda não tenho bem a certeza se realmente essa mudança fará bem ao manga, a verdade é que este capítulo fez lembrar os bons tempos quando para o Oga a única coisa que importava e era derrotar os adversários, não que isso tenha mudado muito na cabeça dele, mas a história mudou e isso acabou passando para segundo plano.

 

O problema é que agora tecnicamente Beelzebub está numa fase mais séria e não sei, mas começar com o protagonista derrotando todo o mundo sem deixar ninguém para os amigos não é a melhor cena a se fazer, que a aliança shinobi o diga a respeito do Naruto. De qualquer forma bom capítulo e agora é esperar para ver se essa mudança será o melhor ou o pior para o manga.

 

Pessoalmente gostei, mas ainda estou em dúvida acerca da qualidade.

 

 

8ºFairy Tail:

 

Fairy Tail é bastante parecido com Reborn, quando começa uma saga raramente desilude, mas quanto mais a saga se aproxima do final a desilusão começa a aumentar, sim porque se a última saga acabou teoricamente bem, não foi pela qualidade, mas sim pela surpresa.

 

Já agora vou já tocar nesse assunto, quando falo de falta de qualidade, na anterior saga falo mais precisamente no facto do Makarov não ter morrido e no capítulo desta semana tive certeza absoluta disso. Afinal esta semana o Makarov toca novamente no assunto do seu sucessor, agora me pergunto porquê que o autor não matou o personagem? A única desculpa que arranjo é para falar com o Makarov acerca do segredo da Fairy Tail, mas isso poderia ter sido resolvido com um flashback, mas dificilmente o Makarov vai ter outra oportunidade de morrer tão honrosamente, a lutar contra um dragão para proteger a sua guilda.

 

 

O capítulo em si focou-se em dois personagens, os dois dragon slayers da nova guilda nº1 de Fiore, o problema nem foi eles serem dragon slayers, mas sim o facto de serem novos dragon slayers do fogo e do aço, história super confusa e dificilmente terá uma explicação, afinal o Igneel dificilmente deve ter acolhido um novo aluno, mas deixar isso para ouvir a provável grande explicação do Mashima.

 

Fora o facto de que essa cena dos dragon slayers terem que ter gatos de estimação é bem estúpida, o Natsu e a Wendy tudo bem, o Gazell até se percebe, mas agora todos, não faz sentido. São esses os motivos de o capítulo não ter sido tão bom, mas mesmo assim está interessante o inicio, apesar de tudo ainda meio perdido.

 

De qualquer maneira a história continua interessante, apesar de parecer um pouco de Bleach, anda à deriva sem saber bem o seu futuro.

 

 

7ºMágico:

 

Sinceramente Mágico desiludiu bastante, foi um excelente momento e surpreendente quando a Enma disse que era a Echidna, mas o problema era as consequências desse acto, o que no capítulo 33 e 34 se veio a confirmar como um acto puramente fanservice. Digo isto porque nestes capítulos tivemos mais uma vez este arco a enrolar, com a aparição dos vampiros, que logo trataram de apagar as memórias de todos os presentes no estádio.

 

Não estou a criticar o facto de haver vampiros em Mágico e nem o facto de eles terem aparecido no torneio, mas sim o facto de a Enma ter gritado para todo o mundo ouvir que era a Echidna, mas não ter havido consequências, tipo uma espécie dos capítulos de Fairy Tail mas numa menor escala, e o facto dos vampiros no final não terem servido para nada a não ser para enrolar o arco.

 

 

Resumindo o autor parece o meu professor de Contabilidade, foca-se num assunto, falo sobre outra coisa, foge do assunto, divaga e no fim já não está a dizer nada que tenha a ver com Contabilidade. Isso é Mágico, começa com o foco no ritual que só se consegue ao ganhar o torneio dos casais, mas neste momento o torneio está quase em segundo plano, com Echidnas, vampiros, o irmão do Shion e tudo o mais que fizeram enrolar este arco, tudo é importante neste arco menos ganhar o torneio.

 

Quando um manga está no inicio é melhor se focar em um assunto por vez, por vários motivos, dos quais destaco os dois principais, não se perder e não entregar tocas as cartas trunfo logo de caras, os vampiros podiam ser apresentados num outro arco, este não precisava disso para estar interessante.

 

Agora Mágico continua interessante, mas tem que ganhar um rumo, porque ainda está no inicio, ainda não pode divagar igual a Bleach, One Piece, Naruto ou Fairy Tail.

 

 

6ºBleach:

 

Só tenho pena deste capítulo não ter feito as últimas 9 páginas iguais às 10 primeiras, foi algo bem parecido com aquele capítulo de Hunter x Hunter em que metade eram páginas pretas. Excelentes 10 primeiras páginas com o Tite Kubo finalmente a mostrar que sabe como escrever uma história. Já a parte final com a continuação da Riruka vs Rukia foi mais do mesmo desinteressante.

 

Enquanto lia o capítulo passavam duas coisas pela minha cabeça:

1ºNão queria ser eu a editar este capítulo, muitas falas e praticamente nenhum balão.

2ºFinalmente o Tite Kubo esmerou-se.

 

Agora sinceramente é pena a segunda parte do capítulo não estar ao nível do passado da gang dos Fullbringers e não foi apenas por ser um flashback, mas sim a maneira como Tite Kubo criou o passados deles, com histórias simples e teriam todos a ligação com o Ginjou. Realmente é uma pena a segunda metade do capítulo porque se não teria ficado mais perto do pódio ou até mesmo lá.

 

O Tsukishima e o outro não apareceram nas histórias, o que quer dizer que não estão assim tão ligados ao Ginjou, ainda espero que o Tsukishima seja mais forte que o Ginjou, porque o Ginjou é pior que o Hody como vilão.

 

PS: É tão raro elogiar Bleach e Tite Kubo que as palavras não saem naturalmente.

 

 

5ºReborn:

 

Já citei Reborn na parte de Fairy Tail e aqui volto a escrever o mesmo, Reborn e Fairy Tail são parecidos, começam bem, a meio da saga são mais ou menos e no fim dificilmente são bons. Dito isto Reborn ainda está no inicio de saga e ainda está interessante e sinceramente não vejo como a autora conseguirá estragar a saga, mas não sei porquê ela consegue arranjar sempre maneira.

 

Que o Tsuna é pior protagonista da história não tenho dúvida, mas é estúpido demais, até para ele, o que aconteceu na página 4, ele começa tendo mais um dos seus ataques e do nada passa para o modo overpower. E pior ele conseguiu derrotar o Luxus, o Byakuran e o Daemon, mas não consegue dar luta ao pai, está bem que o estado emocional é diferente, contra os vilões era a sério, contra o pai é mais um treino, mas mesmo assim.

 

 

Agora sobre a página acima, excelente página, só me pergunto é porque isto passou pelas mãos de um editor e mesmo assim não terem tirado aqueles dois rectângulos em baixo, com a perspectiva da escola, é que só atrapalham e também não tem o efeito que a autora queria passar. Já agora é muito estúpido a cena do pai do Tsuna a dizer que não era preciso se preocupar com escola que aquilo estava tudo com uma ilusão e que no final eles iriam restaurar tudo, está certo que em algum lugar tinham de lutar, mas não é como se a escola estivesse vazia ou se não soltasse algum bocado da escola e matasse quem passasse perto, mas é só um pormenor que poucos mangas shounen se preocupam.

 

Por fim o Hibari está do lado do Fon, não chega a ser surpreendente, pelo menos não com todo esse mistério que a autora fez à volta do Fon, agora é esperar para ver se ele terá outros guardiões e esses aí sim podem haver surpresas. De qualquer maneira é bom ver o Hibari contra o Tsuna. Ainda espero ver o homem do Ramen na equipa do Fon.

 

 

4ºHunter x Hunter:

 

Pela primeira vez desde que voltou do hiatu desiludiu, porque o capítulo praticamente foi enrolação, ou melhor explicar em detalhes o que já tinha sido explicado no capítulo anterior, nada de novo. E já agora em relação à eleição também continua tudo na mesma, com Parristan na liderança, mas dificilmente será ele a ganhar, normalmente quando chega um impasse tão grande numa eleição é melhor esperar por um terceiro, ainda para mais numa votação de 95%.

 

 

3ºRookies:

 

O regresso de Rookies e mantém a qualidade de sempre, continua com a contagem decrescente para o primeiro jogo do manga e com a equipa deles mais motivada do que nunca. Pensava que o manga só iria focar no Shinjo depois do primeiro jogo, mas pelos vistos será já agora.

 

Por falar no Shinjo fiquei com a impressão que ele é filho do director, será? Pronto é só, nunca há muito que falar acerca de Rookies.

 

 

2ºHarisugawa:

 

Excelente capítulo, sem dúvida o melhor capítulo de Harisugawa e o melhor da semana acerca dos mangas da Shounen Jump, nunca esperei que a história se tornasse tão boa, a sério, pensava que seria mais um daqueles echis fadados ao fracasso.

 

Principalmente por causa da limitação que a ideia original tinha, mas este capítulo mudou completamente isso e até nem foi completamente incoerente, já que o espelho é um espelho do amor e se o Harisugawa neste momento está em dilema entre elas as duas faz sentido elas as duas poderem trocar com ele e partilharem o segredo.

 

Agora esperar para ver como história se seguirá agora, pelo menos esse limite estúpido que a história criou já foi quebrado e isso sem dúvida dá mais possibilidades ao manga, de qualquer maneira o autor ainda terá de trabalhar muito porque mesmo tirado o limitador de ele só poder falar com a Mao, a verdade é que a história ainda é bem limitada ao espelho e não segue nenhum rumo propriamente dito, pelo menos até ao momento tem funcionado, mas não funcionará para sempre.

 

PS: Ainda não li Nisekoi, mas dificilmente irei torcer por Nisekoi em vez de Harisugawa, pena porque o Naoshi é um excelente mangaka.

 

 

1ºAo no Exorcist:

 

Esta certo que Ao no Exorcist actualmente está extremamente popular, mas a verdade é que popularidade nunca foi sinónimo de qualidade, e para mim Ao no Exorcist era isso um manga que chegou à graça popular mas que a qualidade era mediana, ou melhor ainda não tinha mostrado o potencial.

 

Quando abri o capítulo fiquei decepcionado, apenas 25 páginas, pelo segundo mês seguido o autor trás capítulos com poucas páginas, logo isso me desagradou, mas indo ler o capítulo, principalmente para não adiar mais uma semana o comentário no blog, e quando leio uma agradável surpresa, excelente capítulo.

 

 

É curioso ler o capítulo na mesma semana que saiu um capítulo de Bleach na mesma linha de pensamento, ou melhor de flashback, mas Ao no Exorcist acertou em tudo o que Bleach falhou, ou seja em colocar o flashback de uma forma que tornasse o capítulo excelente e não apenas metade dele.

 

Em Bleach teve-se o passado dos personagens, em Ao no Exorcist um desabafar do irmão do protagonista, esses são sempre bons momentos, quando um personagem solta toda a raiva que tem dentro e mesmo sendo bonzinho mostra que a inveja é um pecado que não atinge apenas os vilões.

 

Aquele ar meio que mal desenhado e cortado nas partes do flashback dão um ar mais realista ao flashback, afinal quando uma pessoa pensa, não se consegue ver tudo claramente como aconteceu, já agora isso também funcionou muito bem em Bleach. Já pelo contrário a última página do capítulo é completamente um rascunho, parece que foi entregue à presa, tendo dado tempo apenas para desenha-la dessa maneira.

 

 

Além desse flashback, o resto da história não ficou atrás, enquanto o personagem se debatia consigo próprio, o irmão, o amigo e o gato tentavam “lutar” contra o demónio. Sendo que o amigo despertou a Fénix que o pai tinha, momentos bons que ajudaram este capítulo a se tornar no melhor capítulo de Ao no Exorcist.

 

Agora é esperar que mantenha o nível e que o autor venha com mais páginas por mês, até porque é irónico ter trabalhado bem ao longo dos últimos anos e agora que Ao no Exorcist consegue alcançar o sucesso é que decidi se tornar um desleixado.

 

Ranking:

1ºAo no Exorcist 29
2ºHarisugawa 17
3ºRookies 42
4ºHunter x Hunter 323
5ºReborn 360
6ºBleach 471
7ºMágico 33-34
8ºFairy Tail 258
9ºBeelzebub 131
10ºKurogane 6
11ºSt&rs 15-16
12ºGin no Saji 18
13ºBakuman 153
14ºOne Piece 645
Naruto 562

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D