Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dark-Fenix

Dark-Fenix

04
Mar12

Opinião Semanal #13&14 Parte 2

Dark-Fenix

 

No post acima a terceira parte do post. Neste os manga que ficam entre o sexto e o décimo lugares.

 

10ºMágico 47:

 

Final da batalha do Shion vs Faust, o capítulo anterior foi melhor, apesar de que este também foi bom. A batalha entre eles os dois foi totalmente cliché, com os personagens fazendo ataques totalmente para a foto, para agradar aos que gostam de batalhas em vez de roteiro, mas mesmo assim foi bom, porque o mangaka tem uma boa arte e personagens carismáticos, com isso consegue fazer uma boa batalha agradável para quem só gosta de ver porrada e para quem gosta de bom roteiro, afinal que a verdade seja dita nunca esperei de Mágico mais que isso e não é totalmente ruim, afinal Dragon Ball Clássico basicamente era isso e era excelente.

 

De resto, esperar que isto não demore mais que 5 capítulos para terminar o arco, onde ainda falta a batalha entre o Shion e o Joshua. O final do capítulo foi cheio de fanservice, meio forçado, mas longe de ser tão forçado quanto a Enma a se despir no meio do combate.

 

Para finalizar, desde que associei o Shion ao Dark Magician não consigo tirar da cabeça as comparações de Mágico com Yu-Gi-Oh, o que acabou dando nisto:

 

.
.

 

9ºBakuman 167-169:

 

Não estava à espera de um arco tão bom dessa premissa, mas o Ohba conseguiu e melhor do que isso depois de mais de 160 capítulos conseguiu finalmente dar algum interesse ao amor entre o Mashiro e a Miho, que apesar de ser tecnicamente o objectivo final, sempre ficou em segundo plano e nunca teve o destaque merecido.

 

O nono lugar pode ser meio incoerente com tudo o que tenho a dizer sobre esses 3 capítulos, mas é porque apesar de ter gostado dos capítulos e finalmente alguma coisa de interessante ter acontecido, houve muitas coisas estranhas e sem sentido, que prefiro deixar sem comentar, preferindo apenas que o nono lugar explique que apesar de 3 bons capítulos, nem tudo foi bom e isso se deve à incrível falta de qualidade entre o inicio do manga e o actual momento.

 

 

O Fukuda é o melhor personagem de Bakuman e nesses capítulos isso ficou ainda mais claro, um dos poucos, senão mesmo o único, que manteve a sua personalidade inicial e que os autores não estragaram.

 

Sobre a Miho e o seu discurso que é o assunto principal, é bom ver ela finalmente tomando uma atitude, num capítulo que se focou totalmente no amor entre eles os dois e que finalmente abriu as portas para o final do manga, ao contrário do que estava à espera, até nem soou tão forçado essa mudança de atitude por partes dos fãs dela.

 

Sobre os fãs tenho de dizer que enquanto lia o capítulo me apercebi de duas coisas importantes, a primeira é que Reversi dificilmente seria um manga que esses otakus iriam ver, já que não teria peitos a saltar por todo o lado, então nesse caso fica meio incoerente essa história toda dela em volta de dobrar Reversi ou melhor de isso afectar os fãs de Reversi, mas claro que ela sendo uma dobradora famosa é coerente isso o que me leva ao segundo ponto.

 

 

Vivendo fora do Japão não dá para ter uma noção realista de como é essa praga lá, mas pelo que já li, como comentei no capítulo anterior o que foi mostrado em Bakuman não passa muito da realidade, mas acredito que foi algo exagerado, porque ok existem esses otakus hardcore, mas a maioria dos japoneses devem ter um cérebro na cabeça, o que quero dizer é, sim dá grandes problemas para elas e influenciam bastante nos animes, mas foi exagerado esse aparato todo à volta dessa história.

 

Para concluir esperando que agora o manga siga para os seus últimos capítulos sem prolongar mais do que necessário, se o manga terminasse lá para Junho ou Julho seria excelente para os novatos da actual Jump, mas lá ver, só espero é que não leve até ao final do ano ou mais longe que isso.

 

PS: Já me esquecia o toque final com o director da Miho dizendo que já sabia que aquela era a melhor opção foi a cereja no topo do bolo, excelente.

 

 

8ºKurogane 21-23:

 

Sempre achei que Kurogane iria fracassar porque não tem nada a cara da Jump, mas pelos vistos é exactamente por isso que o manga obteve sucesso, que ao contrário de todos os outros mangas não tenta ser excelente nos seus primeiros capítulos, apenas segue o seu percurso normal e vai conquistando leitores, o que é algo incrível porque a maioria dos mangas agora começam com bastantes leitores que abandonam logo ou vão abandonando aos poucos, já Kurogane sem ter tido muitos leitores no inicio manteve os que tinha e os que gostaram falaram, é olha lá esse manga ai, e com isso convenceram outros a ler.

 

Com isso o manga conseguiu o feito incrível de estar em quarto lugar esta semana na Toc da Jump, o que se torna mais incrível se pensar-se que o top3 é sempre de One Piece, Naruto e Toriko, o que faz com que Kurogane basicamente tenha ganho a todos os que podia. Em termos de qualidade sempre tive as minhas dúvidas porque o autor sempre escolhia o caminho mais cliché, mas no final acabava sempre por escolher a melhor opção, mas depois de ler o capítulo 23 o autor ganhou o meu respeito.

 

 

Antes de comentar o final do 23, comentar um pouco do 21 e 22, capítulos esses que se focam na relação entre os 3 novatos da equipa de kendo. Não há muito o que comentar foram capítulos razoáveis, com uma boa construção dos personagens, que mais uma vez digo o autor escolheu o caminho mais cliché, mas acabou sempre por escolher a melhor opção, não exagerando como os mangas do seu tipo, basicamente capítulos de construção, que não são bons nem maus, mas são importantes para o futuro de uma boa história.

 

O capítulo 23 marca o começo do torneio de novatos, gostei da ideia, não faz com que eles já enfrentem logo os melhores, mas vai dar uma ideia no nível das outras equipas e principalmente para ver o nível dos 3 novatos de Ouka. Lá ver como será o torneio, pelo qual fiquei bem animado depois da última fala do sensei.

 

 

Todo o bom manga de desporto eventualmente tem de passar por esse momento, o que normalmente acontece duas vezes, a primeira logo no inicio do manga, onde eles perdem para começarem a treinar a sério e melhorarem os seus pontos fracos e na mudança do regional para o nacional, para lhes mostrar que nesse tempo de paragem não podem estar parados, terão de treinar ainda para entrarem no nível nacional.

 

Um grande problema da maioria dos mangas é não o fazer, nem tanto os de desporto, onde isso é quase regra, mas por exemplo Reborn ou Fairy Tail, onde em torneios os personagens só perdem para fazer piada sobre eles ou porque o autor não gosta desse personagem, ou até mesmo o Natsu que sempre ganha com poderes vindos do nada, nunca perdendo para poder ter uma mudança de atitude.

 

Mas voltando a Kurogane, é excelente o autor ter dito isso, porque mostra que ele quer fazer uma boa obra dentro do possível e não apenas jogar palha para o manga tentando ficar o máximo tempo possível serializado, como muito manga por aí. Há mangas de desporto que a derrota não precisa ser esmagadora, já outros isso é completamente necessário, e Kurogane pertence a esse segundo caso, dito isto espero que eles percam forte e feio neste torneio, só assim poderão evoluir no futuro de forma coerente, principalmente o Kurogane.

 

 

7ºAhiru no Sora 3:

 

Ahiru no Sora não tem presa, já deu para perceber que antes de começarem a jogar como equipa, o autor ainda vai desenvolver os personagens, depois de dois capítulos focados no protagonista, agora o manga vira-se para o Momoharu, que ama basquetebol, mas nunca foi bom, e que ao contrário do Sora acabou por desistir.

 

De tantos elogios que lia por aí, já esperava que o autor desenvolve-se bem os personagens, mas nunca esperei ver um personagem do seu tipo tão bem explorado, estava à espera dele no clima Bouya Harumichi de Crows, um delinquente que é protagonista, mas que o leitor pouco conhece, mas não, além de ser um personagem que o autor vai trabalhar bastante é logo o segundo em que a história se foca.

 

E ao contrário do que esperava do primeiro capítulo parece que os personagens se inverteram, porque o Bouya não é o Momoharu, mas sim o Chiaki, já que é o personagem mais forte e não liga para nada. Acredito que o personagem ainda venha a ser bem explorado, mas por agora está excelente assim.

 

 

Por outro lado a Madoka continua a ser uma excelente personagem, por tudo o que já expliquei nos comentários anteriores. O Sora continua a ser o menos realista dos 4, mas acredito que tenha sido criado para isso, como elo de ligação no clube de basquetebol, como visto no final do manga com os seus mais de 1000 lançamentos diários e com apenas 4 erros, obviamente é exagerado, nem mesmo o melhor jogador do mundo consegue fazer isso, mas é mais simbólico do que propriamente realista.

 

O capítulo 3 termina dando o gancho para o 4, com o Momoharu pensando acerca e criando a primeira mudança para a construção de um excelente clube de basquetebol. Para concluir, dá para ver que as minhas análises aos 3 capítulos se baseiam praticamente em personagens, o que mostra muito bem que Ahiru no Sora é um manga que lida sobretudo com personagens e com isso criando uma história coesa e que espero futuramente excelente.

 

 

6ºToriko 177-178:

 

Novamente fora do top5 depois de ter ficado em primeiro lugar, estes são dois capítulos que deveriam ser comentados separados, não por serem completamente diferentes, mas sim porque um teve uma qualidade superior ao outro, não que tenha sido muito significativo, estou a falar do 177 ter sido melhor que o 178.

 

O 177 foi um capítulo de comédia, que deu para rir bastante, mais um excelente capítulo one shot de Toriko, fez-me lembrar daquela competição de maças, onde o Zong também teve em grande destaque, como neste já que foi o único no mundo que não sentiu o cheiro dessa fruta.

 

 

Já o 178, apesar de também divertido e de algumas invenções malucas do Shimabukuro, o capítulo foi inferior ao 177, não que tenha sido mau, mas faltou alguma coisa, o que associo aos Cavaleiros Gourmet terem aparecido, porque já apareciam faz tempo e quando volta acaba sendo meio desapontante, parecido com o reencontro dos 4 Reis, só que numa escala menor.

 

De qualquer maneira numa semana normal Toriko teria ficado melhor rankeado, apenas houve vários mangas bons nesta semana, fora um novo que inseri nesta semana.

 

Ranking:

6ºToriko 177-178
7ºAhiru no Sora 3
8ºKurogane 21-23
9ºBakuman 167-169
10ºMágico 47

11ºBleach 482-483
12ºNisekoi 8
13ºReborn 374-375
14ºNaruto 575-576
15ºFairy Tail 272-273
Hunter x Hunter 337

 

Nota:

O Top 5 é composto por Shingeki no Kyojin, Gin no Saji, Beelzebub, Hunter x Hunter e One Piece, abaixo podem conferir os 5 primeiros na sua respectiva ordem.

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub