Shingeki no Kyojin

 

Já era para ter saído ontem, mas como disse no post anterior fiquei sem net e só consegui entrar no computador esta tarde. De qualquer maneira primeiro capítulo lançado de Shingeki no Kyojin, em parceria com a bizarre scans, traduzido pelo Moko, revisado pela Road e editado por mim. Podem encontrar os outros capítulos para download lá, enquanto não faço a página do manga, o qual também tenho de fazer para New Prince of Tennis, para facilitar os downloads.

 

Para quem nunca ouviu falar do manga, basicamente é um manga que se passa num futuro apocalíptico, onde o mundo foi atacado por titãs e a raça humana foi quase exterminada, agora os que restam vivem numa pequena zona protegida por muralhas, enquanto tentam sobreviver e descobrir como derrotar os titãs. Ficou um resumo bem fraquinho, mas nunca tive muito jeito para resumos. O manga é mensal e tem em volta de 30 capítulos até ao momento, ou seja quase em dia.

 

Capítulo 25: 4shared 

 

Sobre outros assuntos, todo feliz que estaria livre de editar New Prince of Tennis por pelo menos umas duas semanas, quando ontem de manhã vou ver os mails e vi um do Mysticaption a me mandar raws em boa qualidade dos capítulos 71 e 72, que parece que realmente serão apenas dois e que não iram adiantar tanto a história como era esperado. Então afinal parece que não vai ser preciso esperar muito pelos próximos capítulos, como pensava.

 

Ontem a luz foi-se a abaixo, por isso ter perdido a internet depois, apesar de não ter entendido a lógica, no exacto momento que ia concluir o capítulo 26 de Shingeki no Kyojin, faltavam apenas duas páginas, o pior é que eram páginas cheias de carimbos que já estavam quase editadas, só faltava colocar as falas, irritei-me tanto com isso que já se passou mais de um dia e ainda não peguei novamente nessas duas páginas para conclui-las.

 

Por fim, sem internet e farto de editar, acabei por ir assistir ao resto da primeira temporada de Being Human, uma série norte-americana de vampiros, lobisomens e fantasmas. Mas não se enganem não tem anda a ver com os clichés criados por Crepúsculo, mostra um lado mais "realista", do que seria uma vida como vampiro ou lobisomem, mostrando que se tornar vampiro e principalmente lobisomem não seria tão perfeito como mostra em Crepúsculo e companhia. Vale a pena assistir, a primeira temporada tem apenas 13 episódios, a segunda começou à pouco tempo, ainda não deve ter mais que 3, ver se vejo o resto hoje e/ou amanhã.

 

PS: Abaixo a análise aos especiais de Bleach, que saíram nestas 3 semanas de hiatus do manga.

publicado por Dark-Fenix às 18:50