Top's Mangakas #3: Akira Toryama

 

Toryama é o segundo mangaka mais importante do mercado de mangas, perdendo apenas para o Deus do manga, Osamu Tesuka. Toryama criou a história que marcou praticamente todas as crianças da sua geração, das seguintes e diria até mesmo as anteriores, o manga mais popular do mundo, o que abriu as portas do mercado de animes e mangas ao resto do mundo e fez de Akira Toryama um ídolo para um montão de gente.

 

Toryama inspirou a maioria dos mangakas desta geração, como Oda ou Kishimoto, ou salvou a carreira de alguns como Tite Kubo, a maioria lhe segue os padrões, ou melhor os clichés, uns disfarçam melhor que outros, mas seja como for Toryama formou vários padrões que são usados hoje em dia, o padrão típico do shounen moderno.

 

 

Toryama criou dois grandes hits, um deles é conhecido por todos, Dragon Ball, o outro, criado antes de Dragon Ball e que depois acabou por injustamente lhe ficar na sombra, Dr. Slump. Os mangas são bastante parecidos, tem um clima de aventura, as únicas diferenças entre esses mangas são que Dragon Ball tem como protagonista um menino macaco numa jornada pelo mundo, enquanto Dr. Slump é uma menina robô na vila Pinguim num manga de casos semanais, claro que quando falo de parecenças falo entre Dr. Slump e Dragon Ball Clássico, o Z não tem nada a ver com o estilo de Toryama, o que é irónico já que foi o que o levou ao sucesso mundial.

 

Os mangas de Toryama não são as histórias com o melhor roteiro ou arte, mas Toryama dá aos seus mangas algo que nenhum outro mangaka conseguiria fazer se lhe entregassem Dr. Slump ou Dragon Ball, dá-lhes personalidade, algo bem parecido com o que Adachi faz com os seus mangas e com isso Toryama mesmo fazendo uma história simples consegue se tornar uma história genial, original e interessante.

 

Toryama tem uma arte bem simples, bem desenhada, mas muito fantasiosa, uma arte que combina perfeitamente com as suas histórias. Ele não é nenhum génio da arte, mas faz com que os cenários e os personagens tenham personalidade própria, resumindo o Sol e a Lua de Soul Eater até podem ter cara e sorrirem, mas os cenários dos mangas de Toryama é que parecem ter vida.

 

Dr. Slump:

 

Dr. Slump foi o primeiro grande sucesso de Toryama e um dos maiores sucessos da sua geração, tento o feito de sendo um manga de comédia chegado a ser o mais popular da revista, algo que o próprio Kinnikuman, conhecido como a melhor comédia da Jump não conseguiu, claro que Kinikuman teve de lidar com Hokuto no Ken e Dr. Slump não.

 

O manga conquistou-me logo nas suas cenas iniciais, com o professor a criar uma robô com falta de vista. Mas isso é só o princípio, porque ao longo das aventuras da Arale e dos seus amigos, além das invenções que não servem para nada do professor, mais a história se torna engraçada e consegue conquistar os leitores com a sua simplicidade, algo que por exemplo Mágico não consegue fazer tão naturalmente.

 

Dragon Ball:

 

No inicio Dragon Ball nada mais era do que um novo Dr. Slump, igualmente carismático e simples. Apesar de no final achar Dr. Slump bastante melhor do que Dragon Ball, a verdade é que a fase clássica de Dragon Ball é excelente, com um protagonista extremamente carismático, que mais tarde se viria a tornar no personagem mais carismático de sempre dos mangas ou o grand eUniverso que Toryama criou, fora o facto de que diferente de Dr. Slump, Dragon Ball é um manga de aventura e não de capítulos aleatórios.

 

Considerando apenas o Dragon Ball clássico, Dragon Ball é melhor do que Dr. Slump, porque é tudo o que Dr. Slump foi mas melhor, o grande problema é que Dragon Ball mudou para uma história de batalhas e depois disso só piorou, manteve a personalidade, o carisma e a popularidade, mas o roteiro se perdeu completamente depois do Freeza.

 

Por isso Dr. Slump > Dragon Ball. Mas acima de tudo Toryama o mestre do carisma, nenhum outro mangaka consegue tornar histórias tão simples e básicas como Dr. Slump ou Dragon Ball em obras tão carismáticas, exemplos disso são One Piece e Slam Dunk, os unicos mangas capazes de serem comparados com Dragon Ball no nível carisma, não o são apenas pelo carisma mais sim pela sua brilhante história e no caso de Slam Dunk também por causa da arte.

 

 

Além de Dr. Slump e Dragon Ball, Toryama criou vários outros mangas curtos, 1 volume a maioria, como Sandland, Cowa ou Neko Majin, ou histórias mais curtas como Escape (o one shot mais epico da história), Hyowtam, The Adventures of Tong Poo ou Dragon Boy (praticamente o capítulo piloto de Dragon Ball), entre outros. Todos esses mangas são exactamente iguais a Dr. Slump e Dragon Ball Clássico, simples e carismáticos, sem batalhas como Dragon Ball Z. Podem ler Sandland, Cowa e Dr. Slump pela Ohayo Scans e alguns outros one shots do Akira Toryama pela Hyuga Scanlator, pela OtakuScantrad podem acompanhar Dr. Slump desde o volume 8 e alguns one shots de Dragon Ball.

 

 

Por fim e só lembrando quando procurava imagens para o post, acima podem ver o personagem que Toryama criou para simbolizar ele próprio, aparece pela primeira vez em Dr. Slump, a não ser que tenha aparecido em algum one shot publicado antes, não tenho bem a certeza de em que capítulo, mas aparace de vez em quando, também chega a aparecer em Dragon Ball.

 

Extras:

Arale, protagonista de Dr. Slump

 

Goku, o protagonista mais carismático.

 

As miticas Dragon Balls.

 

Kamehameha, a técnica mais carismática.
publicado por Dark-Fenix às 19:40