Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dark-Fenix

Dark-Fenix

13
Set11

Opinião Semanal #40

Dark-Fenix

Como prometido aqui está o post, meio atrasado, porque só consegui entrar no computador há pouco tempo, ainda falta adicionar as imagens e o ranking no fim do post, mas por hoje chega, amanhã de manhã logo adiciono tudo isso. Para o próximo post vou tentar fazer de uma maneira diferente, porque esperar até Terça por Bakuman ninguém merece, ainda para mais quando está numa má fase, lembrando que antigamente sábado de manhã já estava traduzido. Antes da opinião dos mangas, agradecer aos vários comentários do post, "Mangas em Portugal", que rapidamente se tornou o post mais comentado e agradecer as visitas. Já agora o quarto lugar do, "Top Mangakas", saia amanhã se não haver nada contra, pelo menos o texto já está feito.

 

15ºNaruto:

 

Continua a saga, Naruto arrogante, a qual já deixei a minha opinião na semana passada, de qualquer maneira com clones ou não, muito mal feito pelo Kishimoto. Mas o pior é além de não se focar em personagens secundários e na suas devidas lutas, sem incluir Naruto, Sasuke, Tobi e companhia, Kishimoto se foca em criar lendas do nada, fazendo deles os personagens mais fortes da história, para morrerem poucos capítulos depois. Não estou a dizer que deveriam continuar vivos, mas sim seria muito melhor se Kishimoto se foca-se nos ninjas lendários que foi mencionado ao longo do manga, ai seria algo genial, ao contrário de criar lendas do nada que só vão aparecer durante poucos capítulos.

 

Como já cheguei a comentar algumas vezes, problema nem é a saga má, mas sim as más opções que o Kishimoto fez desde a fase Shippuuden, que colidiram todas nesta saga, más escolhas atrás de más escolhas, matar quase todos os Akatsukis, colocar Sasuke num pedestal inalcançável, seguir o mesmo caminho com Naruto, matar Orochimaru, Pain ter sido apenas mais um vilão, sem níveis de poderes, não dar foco aos secundários, os zumbis e as cirurgias de troca de olhos, entre outros. Resumindo todos os pontos fracos da obra estão bem visíveis na saga que deveria ser a melhor do manga.

 

 

14ºFairy Tail:

 

Zeref badass. E aquela menina a perdoar a Ultear, a sério quem é que fica a saber que a sua melhor amiga matou toda a sua família e todos os seus amigos e a perdoa, parafraseando o The Miz, Wrestling, Really? Really? Really? Mas olhando por outro lado ela é uma criança e ela não tem mais ninguém na sua vida além da Ultear, então se não a perdoa-se o que seria dela, mas de qualquer maneira longe de ser aquele drama todo de, “matas-te os meus pais, ok, estás perdoada”

 

Cliffhanger engraçado, mas o meu interesse em Fairy Tail está tão baixo que nem me interessa saber.

 

 

13ºKurogane:

 

O capítulo ainda não saiu em português, mas tenho de comentar na mesma, até pode ser que esteja a falar precipitadamente, mas que seja, dei uma vista de olhos pelo capítulo 1 em inglês e o que vejo é um capítulo idêntico ao one shot, mudou pouco ou nada, tudo na mesma, resumindo desinteressante, mas lá ver pode ser que esteja a ser precipitado, mas sinceramente se já achava que iria sair fracasso, agora tenho quase a certeza, ainda bem para Kuroko.

 

 

12ºReborn:

 

Numa escala de 1 a 10, o meu entusiasmo perante a obra estava em 9, depois deste capítulo caiu para 3/4, a sério, um torneio? E os arcobalenos nem vão lutar, seria a mesma coisa que Tite Kubo falasse abertamente esta será uma saga sobre os capitães da Gotei 13 e depois, tudo ser resumido a um torneio entre os sub-capitães.

 

Aliado a isso, WTF? O segredo era só isso, que Reborn e os outros não eram bebes mas sim os ex-mafiosos mais overpower da geração anterior. A sério que ninguém sabia? Ninguém achou estranho? Era só isso, o segredo? Ridículo ao extremo, tanto mistério, tanto mistério e afinal era algo que todos já sabiam, menos os mafiosos do Universo de Reborn, não admira que o Yamamoto não tenha dito nada, de tão estúpido que isto é.

 

Está certo que ainda deve haver mais alguma coisa, pelo menos espero, mas sou só eu que sinto que este cliffhanger deveria ter sido usado há 300 capítulos atrás. Seria a mesma coisa que em Bleach, Tite Kubo se lembrasse desvendar agora do nada o segredo do Isshin e o cliffhaner fosse:

-Ichigo, o teu pai não é humano.

 

 

11ºBleach:

 

A minha reacção a ler Bleach:

-Ichigo badass, o poder de um dá para os vilões todos, que fracos.

-Personagem que não sei o nome, afinal é o único que não é fraco, mas é moço dos recados.

-ichigo a imitar Naruto, a tentar fazer tudo sozinho.

-Ichigo badass, mesmo tendo dado todo aquele poder para os outros ainda os derrota facilmente.

-Troll Face, é apenas um jogo.

-Não entendi nada, está tudo dentro da playstation do personagem sei lá das quantas.

-Zaraki badass, a única coisa boa do manga.

 

Resumindo mau capítulo e que a saga acabe depressa.

 

 

10ºBakuman:

 

Como já disse nas semanas passadas como tudo poderia ser diferente se o Nanamine tivesse criado uma editora para concorrer com a Shueisha e mais precisamente com a Jump, do que esse plot sem noção de criar uma empresa gigantesca para derrotar uma dupla de mangakas bem medianos, sim porque querendo ou não eles não são nenhum Kishimoto, nem Kubo, nem um Shimabukuro, para já não falar em Oda, Togashi e Obata.

 

Mas o pior deste capítulo é a tentativa de fazer um mangaka de 50 anos largar a sua única série de sucesso para ir tentar tudo de novo, como um novato, isso serve para alguém com 20 ou 30 anos, mas 50? E o pior é que ele aceita.

 

Para o fim, Nanamine de volta à Jump, espero realmente um grande manga, e principalmente que não aconteça igual da outra vez um one shot excelente e um quando for para serializar fazer um manga digno de ser chamado do novo Swot ou o novo Meatllica Metalluca ou qualquer outro manga cancelado com menos de 20 capítulos.

 

 

9ºHarisugawa:

 

Vou ser sincero gostei deste capítulo, mas o manga continua bem fraquinho. De qualquer maneira bom capítulo e com a incrível popularidade que o manga está a ter vai precisar destes capítulos bons, porque pelo que entendi hoje, ao procurar pelos resultados da toc, mangas echi começam bem e acabam mal, mas logo irei falar sobre isso no post da toc.

 

O melhor momento do manga, foi sem dúvida, o que o leo-kun, o tradutor e editor do manga para português, chegou a comentar no capítulo, um tarado vem e pergunta onde está a amiga e ela responda, a sério momento mais sem noção do capítulo, de resto teve outros bons momentos e se o espelho ser usado desta maneira pode ser que chegue mais longe do que esperava, se não seguirá o caminho dos últimos mangas echi, o cancelamento.

 

 

8ºSt&rs:

 

Estava a ler o capítulo e já estava pronto para lançar pedras ao manga, isto antes de chegar ao fim e ao saber sobre esse novo teste. Mas tirando o teste que capítulo fraco e irritante, está certo que uma critica ao manga era os poucos personagens apresentados, mas se era para meter esse novo personagem na história, mais-valia ter continuado com esse combate arrogante entre os dois génios e apenas a mostrar essas mesmas duas equipas.

 

Não sei se sou só eu, mas não consigo ver nada de especial quando o autor desenha o céu, não sei, mas parece sempre que estou a ler o manga a partir de uma raw fraca, o céu é muito mal desenhado não há aquele brilho de estrelas e o céu negro e quando ir para o espaço é especial. E olhem que isso podia ser um pormenor muito bom para o manga.

 

Mas como disse esse novo teste me despertou novamente a atenção em St&rs, depois de uma primeira missão super apresada que pouco mais serviu do que para dizer que o protagonista é um nerd do espaço e uma segunda para mostrar a diferença gigantesca entre o protagonista e o seu rival para o resto, espero algo um pouco mais trabalhado e menos desigual.

 

 

7ºOne Piece:

 

Sinceramente não gostei muito desse último capítulo, como disse quando One Piece é One Piece a história nunca é má, o problema é quando One Piece necessariamente não pode ser apenas One Piece e tem de contar a história por detrás da saga, se pouco reclamei de todas as sagas anteriores e das poucas reclamações é mais por determina parte do que propriamente à saga inteira, sobre a ilha dos tritões não posso falar o mesmo, os motivos é uma junção do que tenho vindo a comentar sobre os capítulos:

 

-Muita expectativa pela ilha dos tritões e fica muito aquém do esperado.

 

-Vilões, sim falo do Hody, Van Der Decken ou até mesmo o actual vilão, o navio.

 

-Personagens apresentados fracos, principalmente a princesa, no qual concordo plenamente com o Luffy, a Fracoshi. Outros personagens fracos, os irmãos dela.

 

-O desenrolar de toda a história, muito forçado, mais ainda do que Alabasta, já que pelo menos em Alabasta já havia um plano de destruição do reino desde a altura em que os mugiwaras encontraram a Laboon e por consequência a Vivi. Aqui tudo esteve à espera da chegada dos mugiwaras para acontecer.

 

-Mas o pior de tudo, minha opinião e claro estou a exagerar, o melhor tritão não aparece na saga dos tritões, claro que estou a falar do Arlong.

 

Dito isto a única coisa que se salvou foi a fala final, o que acontece se o Van Der Decken morrer, acredito que o navio continue até atingir o objectivo e assim, vamos ter como principal vilão um navio.

 

 

6ºBeelzebub:

 

Capítulo engraçado e pouco mais, que se resume à aula dos demónios, que nem foi aula nem nada, mas sim a chamada, que durou 13 páginas e o professor só chegou ao 3 aluno. Como disse capítulo engraçado e pouco mais a dizer.

 

 

5ºGin no Saji:

 

Fiquei meio decepcionado com o capítulo, por mostrar pouco do Hachiken a desfazer o veado. Mas pensando por outro lado Gin no Saji é um manga shounen, então é normal não aparecer uma cena forte como essa. Dito isto foi mais um capítulo regular de Gin no Saji, que deve estar quase a terminar o arco do Verão, pelo menos em Portugal a escola já começa esta semana, no Japão não sei se é exactamente na mesma altura.

 

 

4ºRokkies:

 

Capítulo bem normal em Rokkies, pouco aconteceu, gostei, mas não achei nada de extraordinário, mas houve uma coisa que gostei bastante quando acabei de ler o capítulo, foi clicar para ir para a próxima página e o capítulo já ter terminado, fiquei com aquela sensação que todo o manga deveria deixar, “Já acabou”. E realmente isso foi o que fez ainda ter gostado mais do capítulo de Rokkies e do manga em geral.

 

 

3ºToriko:

 

Capítulo de Toriko, onde Toriko não aparece. Gostei bastante daquela entrada, com todo aquele clima mais obscuro, bem jogado pelo autor em dar destaque aos vilões, que estão sempre meio apagados da história, principalmente agora, que desde o Ice Hell que eles não aparecem, estou a falar de arcos.

 

Por fim, não gostei assim tanto dessa caça aos cozinheiros do top100, está certo que faz bastante sentido dentro da história, mas não sei não gostei assim tanto da ideia, mas pode ser que mude de ideias, já agora este deve ser um arco mais focado no Komatsu, lá ver se eles também se interessam pelo Komatsu.

 

 

2ºBardock Story:

 

Acabou e não mostrou nada, apenas um especial sem história alguma, de qualquer maneira serviu para rever o bom e velho Dragon Ball, mesmo que tenha sido por apenas 3 capítulos. Apesar de tudo este capítulo fez-me pensar em como Dragon Ball poderia ter sido uma história tão genial e não apenas o manga mais popular de sempre.

 

Pelo que entendi, não foi bem explícito ou me passou despercebido, Bardock foi mandado para o passado e se transformou em Super Sayajin, e com a história a terminar em aberto, vamos supor que ficou por lá. Imaginem só se Toryama tivesse usado essa ideia no manga original, o Super Sayajin lendário na verdade tinha sido o pai do novo super sayajin, genial não? Pena que já não dá para voltar atrás.

 

Já agora no tema dos sayajins lendários, bem que depois do Freeza, Toryama poderia ter feito uma saga com o Broly, sayajin lendário vs sayajin lendário, mas mais uma vez não dá para voltar atrás, mas só de pensar como Dragon Ball poderia ter sido não apenas o mais popular como uma das melhores histórias, isto com tão poucas mudanças.

 

 

1ºHunter x Hunter:

 

Perfeito é a palavra que descreve os últimos 5 capítulos de Hunter x Hunter, visto dessa perspectiva o hiatu até que não foi mal aproveitado por parte do Togashi. Na altura que saiu o primeiro capítulo pós hiatu nem gostei, mas tinha sido apenas por ser uma grande desilusão esperar por tanto tempo por Hunter x Hunter e só aparecer a Palm e a formiga polvo, além de algumas imagens chocantes, mas meio sem sentido, com um final surpreendente, mas pouco interessante, pelo menos na altura.

 

O capítulo seguinte também não foi assim tão interessante, mas agora vendo tudo de outra perspectiva, esses capítulos também foram perfeitos, porquê, porque no primeiro deu a Palm fala que o rei vai morrer, dá aquelas imagens chocantes que agora me fazem mais sentido e termina com um dos seus guardas a perceber que não lhe resta muito tempo de vida. No capítulo seguinte apesar de não tão interessante na altura serviu para reunir o rei com Werefin, que iria culminar naquele momento épico de um random, por assim dizer, para o vilão mais overpower de sempre, algo que o próprio Werefin constou no último capítulo.

 

Como disse o capítulo 3, pós hiatus, foi épico, porque mudou completamente o rumo do manga, com o rei a querer viver os seus últimos momentos em paz com a Komugi. O seguinte foi sem dúvida o momento mais alto do manga, aquele quase ajoelhar, derrota quase tudo o que já li num manga, como mencionei na semana passada se ele realmente se tivesse ajoelhado, então não haveria um momento mais épico que isso, apenas alguns ao mesmo nível.

 

 

No último que saiu foi mais a conclusão, o que aconteceu depois dessa óptima saga, quais os caminhos que as formigas iriam seguir? O manga mostrou apenas os personagens random a seguirem os seus caminhos, gostei daquela formiga criança a voltar para a família e principalmente do Werefin e dos outros a irem encontrar com o Jairo. Aquele final com a repórter a falar de como estava o mundo, mas o melhor foi aquela imagem final, será que o personagem de costas é o Jairo?

 

Jairo é o personagem mais misterioso de Hunter x Hunter, apenas foi mencionado do nada na última saga e muitas das formigas o idolatram, mas ninguém sabe quem é, espero que esta saga se foque nisso. E que Kurapika, Leorio e os ryodan tenham algum destaque, que já andam desaparecidos faz muito tempo e pensar-se nos hiatus então já são anos.

 

Já agora perceberam como o Gon e o Killua pouco importaram nesta saga, mesmo o Gon sendo o protagonista, isto, para mim, foi mais uma das jogadas de mestre de Togashi, não colocar o protagonista a ganhar ao vilão da saga, apesar de não fazer sentido a presença deles neste final de saga, a verdade é que estou curioso para ver esse novo Gon. Resumindo a saga pode ter sido épica, mas ainda há muitas perguntas por responder e só espero que o Togashi não entre em hiatus.

 

PS: É esperar que ele não goste do Dragon Quest online, que está prestes a sair.

10 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub