Big 3 #5

Bleach

 

O capítulo desta semana foi melhor que os anteriores e olhando Bleach por apenas este capítulo é um excelente capítulo, mas tem-se de olhar como um todo e olhando dessa perspectiva, Bleach andou e foi parar ao mesmo lugar, não adicionando nada à história, novamente.

 

Na semana passada o capítulo tinha terminado de uma maneira que parceria que a Inoue foi raptada, pelo menos Tite Kubo teve a decência de não o fazer pela terceira vez consecutiva. Pensava que o lugar onde o Chad tinha sentido a reiatsu da Inoue era onde ela estava a falar com os dois vilões, mas não. Só não entendi o porquê dele ter sentido a reiatsu da Inoue quando foi buscar os pães que ela tinha deixado. Não faz sentido já que isso tinha acontecido antes do encontro com os outros dois, mas também não sou o maior entendido sobre reiatsu.

 

 

Mas saindo dos pormenores, tanto drama e no final nada acontece. Até pode ser que seja explicado e faça sentido, mas para quê aquele drama todo de primeiro vem um para tentar matá-la e depois vem o outro e no final ninguém a mata. Quer dizer ele passa a sua espada através do corpo da Inoue e nada e mais nada vai-se embora. E para quê tentarem (Chad e Inoue) esconder tudo do Ichigo?

 

Para o fim Ichigo vai ter com Kuugo e os outros para tentar saber quem é o outro. Ao qual Kuugo responde ser um fullbringer e antigo aliado. Resumindo o capítulo fica-se com a dúvida de que poder é que o fullbringer usou na Inoue e fica-se a saber que ele foi um ex-aliado.

 

Por outro lado parece que finalmente a saga vai arrancar, só espero não estar errado. Na semana passada tinha mencionado sobre a página de um único quadro, que foi muito mal feito, um quadro que não precisava ser tão grande, já o desta semana, é isso que estava a dizer, esses quadros grandes são para ser usados com algo como isso. Já repararam que parece que o Tite Kubo se deu de conta que os telefones existem?

 

 

 

Naruto

 

Só tenho três coisas a criticar em Naruto esta semana e nenhum tem a ver com a história do capítulo, uma tem mas não tira o mérito do capítulo e pode ser que seja embirração minha. A primeira é sobre a capa e as páginas coloridas, a capa ficou super gay, já nem vou falar dos rebuçados, mas aquele amarelo de fundo não dá com nada. O segundo tem a ver com o primeiro é o fundo das páginas coloridas em destaque a que mostra os resultados dos personagens mais populares do manga, fundo esse que tira o impacto acerca de quais os personagens favoritos dos japoneses, para o qual também não gostei do óptimo lugar de Sasuke, mas já falo abaixo. Cores não é o forte de Kishimoto, nisso Oda e Tite Kubo ganham por muitos pontos, melhor dizendo Kishimoto é dos piores da Jump, mas é algo que não lhe tira créditos, afinal Kubo desenha bem, mas história não é com ele. A terceira foi a conversa de Migune e Hanzou, me pareceu estar a ler Medaka Box, onde o autor consegue fazer uma conversa se estender sem motivo algum, tudo à roda do mesmo assunto, que só faz se tornar aborrecido ler, mas também já comento abaixo.

 

Antes de comentar sobre o capítulo, comentar sobre o resultado de popularidade, que nem sabia que iria saber, mais uma vez digo, falta impacto, até parece que Kishimoto está farto de Naruto, porque tudo sai bom, mas nada épico, como deveria ser no actual estado da sua carreira e do estado final de Naruto. Mas comentando sobre o ranking, Naruto em primeiro, mais que obvio, entre todos esses concursos de popularidade só vi um onde o personagem principal não levou o primeiro lugar foi em Reborn, mas não dá para questionar Tsuna ganha fácil o título de pior personagem principal, pelo menos entre os mangas da Jump. Em segundo também sem surpresas, Sasuke, o segundo pior personagem de Naruto, só não perde para a Sakura, apesar disso tem os seus fãs, seja pelos seus dramas ou por ainda pensarem que o Sasuke do clássico vai voltar, Sasuke esse que era o melhor personagem do manga na altura.

 

 

Em terceiro Kakashi e mais uma vez sem surpresas, está completo o trio dos favoritos do manga, os dois principais e o mestre, só falta a Sakura, mas essa é um caso perdido. A partir do quarto lugar pode haver algumas surpresas, Gaara, não chega a ser assim tão surpreendente, afinal sempre foi um personagem popular e manteve essa popularidade mesmo não aparecendo muito. Itachi em sexto, sem dúvida o melhor personagem do manga, na minha opinião, ficou por pouco atrás do Gaara e até fiquei surpreso de não lhe ganhar, mas quinto é um óptimo lugar. Agora as grandes surpresas, Deidara, não esperava tanto, Minato excelente para um personagem que morreu antes do manga começar, Sasori, igual a Deidara não esperava tanto. Shikamaru esperava muito, mas muito mais, o personagem que em teoria se igualava em popularidade com Itachi e Gaara, está muito para baixo. Hinata a fechar o top10.

 

Normalmente nestes rankings são apenas mostrados os 10 primeiros em destaque e o resto numa lista num quanto, nessa página a lista nem apareceu, mas deu para perceber um coisa, Kishimoto esticou a lista para puder colocar a terceira protagonista da história que apenas aparece em 12º lugar, o que conseguiu perder até mesmo para o Iruka. Pelo menos os japoneses já desistiram da Sakura, só falta o Sasuke, mas este sempre terá os seus fãns. Para concluir esta parte, achei falta de Rock Lee e Neji, que normalmente também são bem classificados em termos de popularidade.

 

Finalmente sobre o capítulo, começa com o Asuma e o seu time a se encontrarem e por consequência a lutarem, parece que o Shikamaru, a Ino e o Chouji vão entrar para matar, fazendo com que aquele momento nostálgico e constrangedor passe o mais rápido possível.

 

O resto do capítulo é a continuação e conclusão da luta de Hanzou e Mifune. E me pergunto novamente, para quê Kabuto lhes deu a capacidade de falar e pensar aos seus zumbis, como mais uma vez mostrado neste capítulo é mais uma fraqueza do que um trunfo, a velha foi e falou tudo se eles não tivessem a capacidade de pensar e de falar os outros estavam lixados.

 

A luta de Mifune e Hanzou foi como mencionei, muita fala e pouca acção, ou melhor dizendo a acção em segundo plano por causa das falas, que sinceramente não eram precisas. Sinceramente se Kishimoto tivesse simplificado tudo deixando apenas as imagens da luta tinha ficado excelente, momentos como esse é para apresiar e não para perder tempo lendo o que eles estão a dizer. Essa luta fez me lembrar de Vagabond, a luta de Musashi vs o homem da corrente e a foice, no qual Musashi ganhou, ou seja Musashi = Mifune e homem da corrente e foice = Hanzou.

 

Parece que Mifune é mais forte do que a maioria esperava, mas sinceramente depois de Kishimoto criar personagens com jutsus invencíveis vem e coloca um espadachim sem poder usar ninjutsu a vencer um ninja lendário, meio exagerado, mas que seja Mifune super forte e Kishimoto a usar o tema que fez vários mangas terem sucesso, espadas.

 

 

Para concluir excelente capítulo, a guerra parece que está a melhorar, apesar de ainda não ter criado no leitor o que já devia ter feito desde o início, o leitor dizer épico, a guerra está a ir bem, mas não dá a entender aquele sentimento, isto está a chegar ao fim. Poderia ajudar se Kishimoto mata-se alguém do bem, afinal é uma guerra, tem de haver perdas dos dois lados.

 

A página final está excelente e Naruto é para mim o melhor manga desta semana, entre Naruto, Bleach e One Piece.

 

 

One Piece

 

Finalmente One Piece, sinceramente fiquei desiludido com este capítulo, houve-me uma parte que pensei, isto é Bleach? Os capítulos anteriores davam a entender que Luffy, o tubarão e a princesa estavam a ir para a floresta do mar, mas não é que eles ainda não saíram da cidade. Oda só pode estar a gozar, foi o que pensei, depois de tanta expectativa sobre o Jinbei e a floresta do mar, eles simplesmente ainda não saíram da cidade? Oda está a prender com Tite Kubo como tirar o clímax de determinada situação.

 

Por outro lado a grande diferença entre Tite Kubo e Oda é que Tite Kubo trabalha apenas com uma situação ao mesmo tempo, ou seja se tira o clímax de determinada parte tira o clímax do manga. Já Oda trabalha com várias partes ao mesmo tempo, por isso este capítulo se salvou por causa do Zoro e do Hodi, além das várias piadas que Oda coloca ao longo do capítulo.

 

Por causa da crítica ao capítulo, só agora vou comentar a primeira página. A capa continua com a série de capas, que ainda deve de levar bastante tempo para terminar, desta vez é o mestre de Zoro a falar para o túmulo da Kushina sobres as novidades, nostalgia para os fãs do Zoro.

 

 

Sobre o Zoro vs Hodi. Gostei da maneira como Hodi e o seu bando respeita Arlong, apesar de hoje em dia ele ser muito mais fraco que Hodi, ele foi um dia o pirata que comandou os piratas dos homem peixe e tem de ser respeitado como tal. Hodi destrói o castelo, o qual é inundado, o que cria um Zoro vs Hodi debaixo de água, nem sei o que esperar, fora de água acho que o Zoro ganha fácil, mas dentro de água sinceramente gostaria que o Hodi ganhasse para não dar a impressão de que os tritões são tão fracos, afinal ele é a elite dos tritões se perde debaixo de água, quer dizer que só Jinbei pode lutar para igual com os piratas do Novo Mundo e como se viu na guerra Jinbei não está num nível muito elevado. De destacar nesta parte, a planta do Ussop e a fuga da Nami, por causa das lembranças do Arlong.

 

Sobre a parte final, é salva pela piada da princesa a sair de dentro do tubarão, porque de resto é o que disse acima. Luffy se encontra com Sanji e Chopper. Por falar no Sanji quero ver quando ele ver a princesa sereia, vai jorrar sangue. Com isto parece que o confronto de Luffy e Van Der Decken vai ser ainda na cidade.

publicado por Dark-Fenix às 00:22