Primeiras Impressões: Scissors

 

Manga do mesmo autor de Yakitate Japan, por isso e por ser lançado pela AIUEO scans decidi ler o manga. É sobre cabeleireiros, com o protagonista tendo como sonho se tornar no maior cabeleireiro do Japão apenas para jogar o título no lixo, isto devido a problemas com os pais, a mãe abandonou o pai (barbeiro) para se tornar cabeleireira e deixou a ele e à irmã sem o essencial apoio materno, esta é a premissa do manga e também o primeiro erro. Trama cliché e sem grande atrativo para o leitor, que faz com que a primeira impressão que fico ao ler o manga é que Scissors não tem nada mais a oferecer do que outros 5000 mangas que por aí andam.

 

O meu sentimento por Yakitate Japan é misto, adoro a primeira metade, odeio a segunda, considerando uma das piores coisas que já li na vida, mas independentemente do que acho do manga, uma coisa ninguém lhe tira, o enorme carisma dos personagens. E isso é algo que Scissors não tem de todo e nem é uma questão de jurar odio olhando apenas o primeiro capítulo e comparando com um manga completo, porque em apenas um capítulo Yakitate Japan conquistou-me, já Scissors pareceu sempre um manga genérico. Acredito que seja mais um daqueles casos em o autor é melhor a trabalhar com personagens infantis e sonhos shounen do que com personagens que necessitam de uma maior maturidade.

 

O melhor: O tema, no meio de algo genérico abordar um tema pouco usado em mangas pode fazer a diferença.

 

O pior: Tudo o resto.

 

Comentário final: Irei continuar a ler, mas esperarei a AIUEO terminar de lançar e depois logo leio tudo de uma vez, parece-me ser um manga melhor lido dessa maneira.

publicado por Dark-Fenix às 18:31