Argo

 

Mais que provável vencedor do óscar de melhor filme, Argo e Ben Affleck ganharam praticamente tudo nas restantes premiações, falta agora só confirmar a superioridade nos óscares. E como a maioria das análises que li, também irei começar por falar de Ben Affleck , que nos últimos anos, e em especial neste, passou, de vez, de actor de comédias românticas fracas para um dos melhores realizadores norte-americanos. Ele antes de Argo já tinha realizado dois filmes, Gone Baby Gone e The Town, o segundo é bom, mas fica apenas por aí, já o primeiro apanhou-me totalmente surpreso, quando pensava que já sabia onde aquilo ia dar, a história muda de rumo.

 

Argo é o terceiro filme patriota nomeado aos óscares deste ano, mas dos 3 claramente o que menos se apoia nisso para tentar vender o filme como bom, de forma resumida, Argo conta a história do salvamento de uma equipa americana presa no Irão durante a revolução de há alguns anos atrás, ou seja uma história verídica, que até pela ironia de a salvação ter sido conseguida por causa de um suposto filme falso, pode muito bem acabar sendo confundida com uma obra de ficção, na verdade duvido que este não acabe sendo um daqueles filmes de sábado e domingo à tarde, não que isso desmereça alguma coisa.

 

Argo tem um bom elenco, mesmo sem nenhum grande nome aclamado no elenco, no máximo o Alan Arkin, que já ganhou um óscar, e o Bryan Cranston, o eterno Walter White de Breaking Bad, mas do primeiro pouco ouvi falar e o segundo mesmo sendo um actor extremamente competente não tem, infelizmente, um grande estatuto no que diz respeito a filmes. E o Ben Affleck por mais que tenha ganho uma grande imagem como realizador, duvido que alguma vez se torne um actor de renome, mesmo que ao manter-se como protagonista dos seus filmes e manter a qualidade deles quem sabe não acaba ganhando um óscar por interpretação daqui alguns anos, por insistência, de qualquer maneira em Argo ele praticamente só usa a sua poker face, logo não deixa muito o que criticar ou elogiar.

 

O ponto forte de Argo é sem dúvida a realização, que nisso o Ben Affleck claramente mostra uma grande evolução, mesmo tento tido até ao momento 3 filmes. Mesmo sendo um filme calmo, o filme também funciona razoavelmente bem para um público mais main-stream, principalmente pela sequência final. Sequência que acaba sendo onde os críticos mais criticam, e com razão, toda a situação de escapar por uma unha negra que sentiu durante os últimos minutos do filme nada de bom adicionam a um filme que se preze pela qualidade.

 

Além disso outra coisa que acaba nem sempre funcionando da melhor maneira numa obra que prima pela qualidade é o final 100% feliz, como o caso de Argo, mas neste caso em particular não havia muito o que fazer, já que na própria história verídica tudo aconteceu da melhor maneira.

 

Ou seja é um filme excelente que confirma, para quem ainda duvidava, da qualidade do realizador, que apresenta um filme com capacidade de tanto agradar a Academia quanto o público, que sim tem as suas falhas, mas merece o óscar deste ano. Apesar de isso acredito que o Ben Affleck ainda seja capaz de apresentar algo melhor e ainda tem bastante tempo para isso.

 

Nota: 8.5

 

Link: IMDB

Tags: , ,
publicado por Dark-Fenix às 14:08